As vendas online são, atualmente, essenciais para qualquer ramo do comércio. Elas permitem que as empresas cheguem a lugares diversos e aumenta a base de consumidores. Aliás, elas possuem um grande impacto na economia brasileira.

Isso se deve a inúmeros motivos. Dentre eles está a popularização da internet, a democratização da tecnologia e, é claro, a atual pandemia, que restringe a circulação de pessoas. Por isso, é uma maneira de manter o negócio ativo.

Abaixo, veja como o e-commerce se tornou essencial e quais são os seus impactos para as empresas. Igualmente, veja algumas formas de como promover o seu negócio online e, com isso, lucrar muito mais!

Como o e-commerce impacta a economia brasileira?

O desenvolvimento das vendas online foi e continua sendo essencial para os comércios. Afinal, ele é responsável por permitir que os negócios cheguem em novos lugares, independentemente da locação da empresa e do local em que os consumidores se encontram.

Além disso, essa foi uma via ideal para contornar o isolamento que a pandemia impõe. Independentemente dos decretos municipais e estaduais, é inegável que a economia sofreu um grande baque e, com ela, os negócios comerciais.

De outra forma, mesmo em momentos em que a vida anda a passos normais, o e-commerce se mostra cada dia mais importante. E, quanto a isso, é preciso ter em mente que isso é uma realidade que não mais será deixada de lado.

Ou seja, quem ainda não está promovendo vendas na internet deve repensar o seu posicionamento agora mesmo. Esse é um caminho sem volta e a tendência é que a grande maioria das compras migre para esse ambiente.

Assim, caso você ainda tenha dúvidas, continue lendo para ver como o e-commerce impacta na economia brasileira. Dessa maneira, você não mais hesitou em escolher por ocupar esse espaço que tem lugar para todos os tipos de empresas.

Números do e-commerce chamam atenção

Ainda em 2019, muito tempo antes da realidade ser repleta de opções de teste de covid, uma pesquisa no NZN Intelligence já apontava que a preferência de 74% do público brasileiro era por compras online.

Note que isso é um número bastante relevante, afinal, corresponde a quase ¾ dos consumidores. Com isso, mesmo antes da pandemia a necessidade de investimento no e-commerce já se fazia latente.

Vendas online durante a pandemia

Além disso, é impossível ignorar que a pandemia influenciou muito na adoção do comércio online. Para quem já usava, isso se tornou mais constante. Para quem ainda tinha desconfiança em relação ao e-commerce, houve a necessidade de contorná-la.

Afinal, considere os inúmeros decretos municipais e estaduais. Apesar da flexibilização deles em alguns momentos, houve diminuição de circulação nas ruas pela população e muitas pessoas passaram a ficar temerosas de frequentar comércios presenciais, em razão da possível aglomeração.

Pois foi exatamente nesse terreno que as vendas na internet adquiriram mais importância. E isso não é apenas um fator de observação, mas que possui a devida comprovação por inúmeras pesquisas.

Por exemplo, vejamos os dados que o relatório semestral de e-commerce da Webshoppers (Ebit | Nielsen apontou, em sua edição 42. Segundo ele, houve o aumento de 39% no número das vendas online brasileiras no primeiro semestre de 2020 em comparação ao mesmo período de 2019. 

Em outra pesquisa atualizada do mesmo instituto, conclui-se que ao longo de toda a pandemia as vendas cresceram em 47% na internet. Some-se a isso a expectativa que ao menos 30% desse crescimento se mantenha, mesmo no pós Covid-19.

Igualmente, note que não foi só o número de vendas que cresceu, mas também a média de gastos. Segundo a bandeira Mastercard, as compras com cartões de sua marca nos primeiros meses da pandemia tiveram crescimento de gasto de 10% a 16%.

Como aproveitar as vendas online e fazer seu negócio crescer?

Agora que você já tem em mãos dados concisos sobre o sucesso das vendas na internet, cabe saber como ocupar esse espaço, obter mais clientela e aumentar as vendas. Para isso, são necessários alguns cuidados.

Isso quer dizer que não basta ter um catálogo online, embora ele seja interessante. Da mesma forma, é preciso tomar alguns cuidados e estratégias que podem impulsionar suas vendas na internet.

Assim, listamos abaixo algumas das estratégias que você não pode deixar de adotar para garantir sucesso das suas vendas online. Confira quais são e tenha a certeza de que seu e-commerce está no caminho certo.

Aposte no site responsivo

Primeiramente, não deixe de investir em um site responsivo para impulsionar suas vendas online. Em outras palavras, a sua página de vendas deve ser adaptável tanto para telas maiores quanto menores, ou seja, desktop e celulares, respectivamente.

Essa adaptação deve ocorrer de maneira natural. Ela deve evitar perda ou embaralhamento de dados, imagens e textos. Isso permite que consumidores façam compras no site por meio do celular.

Aliás, quanto a isso, importante frisar que ainda no longínquo 2019 a preferência de 85% dos consumidores brasileiros que compram pela internet já era por fazê-lo pelo celular. No mundo da pandemia e após ele, isso ainda é e será uma realidade.

Por fim, outra questão relevante é que o algoritmo do Google dá preferência, ao classificar as respostas para pesquisas, aos sites que sejam responsivos e adaptáveis para telas de celulares. Portanto, lembre-se de que suas vendas online dependem dessa capacidade do site.

Faça uso do marketing digital

A segunda dica para aproveitar o impacto do e-commerce na economia brasileira é apostar no marketing digital. Ele promove a sua marca ao desenvolver formas de divulgação que conversam com o consumidor.

Assim, há o desenvolvimento de uma persona, ou seja, de uma personalidade para a empresa, que seja atrativa aos clientes. Igualmente, o uso das redes sociais, o diálogo direto com o consumidor e a promoção de campanhas.

Com essas dicas você garante o sucesso das suas vendas online. Por isso, não deixe de colocá-las em prática para obter o crescimento que o seu negócio merece, expandindo-o e encontrando novos clientes.