O segmento de lojas virtuais vem crescendo muito no Brasil, com faturamento recorde a cada ano, tornando um investimento de grande prestígio para negócios de todos os portes e tamanhos. Porém, com a presença de grandes marcas no meio online, a saída para empreendimentos pequenos pode ser o e-commerce de nicho.

Ficou interessado no assunto? Então veja as vantagens que selecionamos neste post para que você possa aproveitar esse tipo de segmentação de mercado!

Analise o mercado de nicho virtual

Publicado em 2004, o livro A Cauda Longa (The Long Tail) talvez seja um dos conteúdos mais relevantes sobre mercado digital lançados até hoje. O autor e jornalista, Chris Anderson, fala sobre como o e-commerce de nicho — lojas especializadas somente em produtos antigos dos anos 60 e 70, bolos e até produtos asiáticos, por exemplo — tem se tornado cada vez mais populares e rentáveis.

Tudo isso por causa da consolidação da internet, responsável por tornar possível o encontro de interessados em determinados tipos de mercadorias ou serviços.

Mas por que apostar em um nicho é tão vantajoso? Inicialmente, porque dessa maneira é muito mais simples encontrar um terreno mais livre, com pouca (ou nenhuma) concorrência. Outro estímulo para investir nesse segmento é a facilidade em conhecer um determinado grupo de consumidores. O desafio está em de encontrar o nicho ideal, que é um pouco trabalhoso no início.

Conheça as vantagens do e-commerce de nicho

Público fiel e consistente

Ao contrário do cliente de redes varejistas e sites de vendas generalistas, a pessoa que acessa um e-commerce de nicho é especial: ela sabe o que está procurando e conhece detalhes sobre o item que deseja.

Além disso, esse tipo de público é extremamente fiel: ele não decide pela compra considerando apenas o valor, mas também pelas formas de pagamento, modalidades diferenciadas de entrega e experiência de compra.

Vale frisar que é muito menos custoso vender para essa categoria de clientes, pois não há necessidade de grandes promoções ou campanhas de marketing, por exemplo.

Mais informações sobre seu público

Pela mesma razão mencionada acima, a segmentação de mercado permite que você, proprietário e gestor, colete dados sobre seu público-alvo facilmente, como classe social, padrão de vida, hábitos de compra, localidade, e use essas informações como base para a definição de perfis mais realistas.

Dessa forma, fica mais simples elaborar o mix de produtos, bem como as formas de pagamento e entrega, o que pode diminuir o número de operações burocráticas disponíveis — reduzindo tempo e custos.

Menores estoques e senso de exclusividade

Lojas virtuais que vendem de tudo devem seguir a gestão da demasia, ou seja, é preciso ter no catálogo (e no estoque) inumeráveis produtos, de variados modelos e marcas para garantir que seu enorme público seja atendido, gerando custos elevados com armazenamento e conservação, além de pessoal treinado para tal tarefa.

Já as lojas de nicho funcionam muito bem com a lógica oposta, pois ao operarem com pequenos estoques e produtos exclusivos, é possível economizar dinheiro e ainda causar a sensação de comercializar algo diferenciado, em que vale a pena custar um pouco mais.

Economia com plataforma de e-commerce

Focar em um nicho torna as demandas e necessidades da loja virtual muito mais claras e precisas, facilitando a escolha da plataforma ideal.

Ao contrário de investir demasiadamente em uma ferramenta robusta com infinitas funcionalidades (muitas delas que você talvez nem use), se você optar pelo e-commerce de nicho, é possível escolher uma opção mais econômica e que ofereça somente o que é importante para o perfil de cliente para o qual você pretende vender. Uma vantagem e tanto, não é mesmo?

Gostou do post de hoje? Então não se esqueça de assinar a nossa newsletter para ser notificado assim que publicarmos novos conteúdos em nosso blog!