Identificar os elementos mais efetivos de uma loja online é fundamental para a sua sobrevivência. Para isso, é preciso saber o que os visitantes gostam, o que faz eles converterem e o que funciona para aumentar as vendas e manter o negócio lucrativo.

Quer saber como usar o teste A/B para manter o seu e-commerce saudável? Confira os tópicos a seguir:

O que é um teste A/B?

É um excelente método para otimizar as taxas de conversão de um e-commerce.

Seu uso é bem simples: você cria duas versões de uma página, e-mail ou landing page com o mesmo objetivo. Cada versão terá elementos distintos como cores, imagens, frases e posições dos botões.

O propósito é identificar qual das versões tem as melhores taxas de conversão e, assim, saber quais são as preferências do seu consumidor. Uma dica é ter no máximo dois itens distinguindo as duas opções, para você saber exatamente qual foi a mudança que trouxe melhora nos resultados.

Como implementar?

O primeiro passo em qualquer processo de otimização de taxas de conversão é a análise de dados. Para saber o que testar é preciso identificar o que está funcionando e o que pode ser aprimorado. Para isso, é preciso instalar um software de análise de dados para extrair todas informações relativas ao e-commerce, fazer o estudo dos números e, então, saber o que precisará ser modificado.

Após a análise quantitativa, é indicado partir para a etapa qualitativa. Ou seja, perguntar aos clientes e aos visitantes do site quais são as suas preferências. O objetivo é entender como os usuários pensam, como se comportam e se sentem em relação à loja virtual.

O que testar?

Depois de ter o site mapeado e saber exatamente como estão as conversões de cada página, é o momento de iniciar o teste A/B. Alguns itens que podem ser colocados à prova são:

Conteúdo

Chamadas, descrição de produtos, depoimentos e textos fazem total diferença para qualquer negócio. Passar a informação de forma adequada nem sempre é fácil. Por isso, criar diferentes versões é uma boa opção para identificar como melhorar o desempenho do site.

Vídeos e imagens:

São elementos de comunicação que impactam de forma diferente os diversos tipos de usuários. Por isso, é preciso cuidado com a escolha dos itens visuais.

Botões de chamada para a ação (CTA)

É importante verificar cores, posição no site e copy, pois eles interferem diretamente na performance.

Design 

Fontes, cores e posição dos elementos na página. O site como um todo precisa estar alinhado com a identidade da marca e conversar de maneira efetiva com a buyer persona almejada.

Então, o teste A/B funciona?

Sim, pois os resultados dele são numéricos, ou seja, embasados em dados. Não é uma opinião, instinto ou inspiração. Por meio de testes bem feitos você consegue provar o que funciona com estatísticas.

Toda mudança feita a partir de testes A/B reduzem drasticamente os riscos inerentes ao layout de um site. Não é preciso arriscar e torcer para que a escolha certa tenha sido feita. Com as informações corretas, você não verá as suas taxas de conversão caindo de uma hora para outra.

Gostou das dicas? Siga a gente nas redes sociais para ficar sempre atualizado sobre o mundo das vendas online. Estamos no Facebook, LinkedIn, Twitter, YouTube e Instagram!