As datas comemorativas são importantíssimas para o comércio! Afinal, são momentos em que todos são incentivados a comprar para presentear seus familiares e amigos. Com o final do ano se aproximando, é chegada a hora de chamar a atenção do consumidor novamente com a Black Friday. Sua loja virtual está pronta?

Pensando nisso, decidimos explicar a importância da Black Friday para o comércio eletrônico e também apresentar algumas dicas essenciais de como você pode preparar sua loja virtual para esse importante dia. Confira!

A importância da Black Friday para e-commerce

O termo “Black Friday” tem origem na crise financeira ocorrida nos EUA em 1869, mas hoje faz referência à sexta-feira posterior ao dia de Ação de Graças — ou seja, o dia seguinte à quarta quinta-feira de novembro. Desse modo, é a data que inaugura as compras de fim de ano e, por isso, há grandes promoções para atrair o público para as compras.

No Brasil, o costume começou em 2010, como um evento apenas do e-commerce, do qual participaram cerca de cinquenta lojas nacionais. Desde então, muitos consumidores brasileiros aguardam por esse dia o ano inteiro, com a intenção de comprar mais barato. Não é à toa que, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o e-commerce brasileiro movimentou quase 2,5 bilhões de reais na Black Friday do ano passado.

Em 2018, a Black Friday acontece no dia 23 de novembro e será o último grande evento de e-commerce antes do Natal. Sendo assim, é uma ótima oportunidade não só para lucrar, como também para colocar sua loja virtual à prova e descobrir o que precisa ser corrigido ainda antes do fim do ano.

Como preparar-se para a Black Friday de 2018

Você não é o único lojista ansioso pela Black Friday. Então, se quiser se destacar da concorrência, é muito importante tomar alguns cuidados. Veja algumas dicas!

1. Invista na comunicação visual

Para contribuir com a atmosfera das datas comemorativas — e também para aproveitá-la — é muito comum que as lojas físicas invistam na decoração. Na Black Friday não é diferente!

Especialmente por tratar-se de uma promoção recente no Brasil, adesivos e outros adereços ajudam o consumidor a identificar quais lojas decidiram participar da festa.

O mesmo acontece no e-commerce, então não se esqueça de preparar banners comemorativos, por exemplo. Além de investir na comunicação visual da sua loja virtual, vale a pena preparar o consumidor e tratar o assunto também nas redes sociais, aproveitando para apresentar anúncios de ofertas ao longo da semana anterior.

2. Confira o estoque

Consumidores ficam bastante frustrados quando encontram boas ofertas nos motores de busca, visitam as páginas dos produtos e, só então, descobrem que ele já está esgotado. Sendo assim, uma vez que sua loja virtual enfrentará um volume maior de pedidos na Black Friday, é preciso conferir se o estoque está pronto.

Vale a pena avaliar também quais produtos podem ser oferecidos com descontos mais agressivos. Afinal, essa é uma boa oportunidade para livrar-se daqueles itens que estão só ocupando espaço no seu estoque. Se sua loja já tiver um controle de estoque rígido, esse processo ficará muito mais fácil!

3. Ofereça promoções de verdade

Como dissemos, a Black Friday é um evento comercial baseado em promoções. Muitos lojistas, no entanto, querem participar dessa festa sem diminuir os preços dos seus produtos ou serviços. Então, eles aumentam os valores cobrados na semana anterior e apresentam o preço normal na sexta-feira — simulando uma promoção para aproveitar-se do sentimento de urgência do consumidor.

Acontece que, depois de alguns anos de Black Friday, os brasileiros já estão mais atentos a esse truque. Inclusive, há instituições, como o Procon, que monitoram os preços do e-commerce nessa época do ano para identificar falsas promoções e denunciar a lojas.

Sendo assim, aprenda a fazer promoções de verdade em vez de enganar seu consumidor, pois você pode acabar por perdê-lo.

4. Prepare a sua equipe

Com o aumento do tráfego e das compras na sua loja virtual, é bem provável que você receba um volume de dúvidas, reclamações, pedidos de troca e devoluções muito maior que a sua equipe está acostumada a resolver.

Este é mais um desafio que, caso você não esteja preparado para enfrentar, vai afetar a percepção do consumidor em relação à qualidade dos serviços da sua loja. Com isso, você poderá deixar de conquistar novos clientes e ainda causar uma má impressão, afastando aqueles que já conquistou.

Em vista disso, talvez seja o caso de contar com uma ajuda extra para dar conta da demanda da Black Friday. Considere contratar mais profissionais para fortalecer sua equipe, mesmo que temporariamente.

5. Melhore a usabilidade da loja

Eventos como a Black Friday convidam os lojistas a avaliarem se suas lojas virtuais são suficientemente fáceis de usar. Aproveite para observar se o design do seu site está intuitivo e permite que um visitante consiga navegar de forma natural, sem precisar pensar demais e sem se perder.

Caso você perceba que a usabilidade da loja está prejudicada, esse é o momento de fazer as alterações necessárias de web design. Preste bastante atenção se a organização das categorias de produtos e as descrições estão adequadas e se a fase de pagamento está simples e segura.

Essa também pode ser sua última chance de migrar para uma plataforma de e-commerce melhor e deixar sua loja pronta para o fim do ano.

6. Otimize a logística

Por último — mas não menos importante — você deve contar com um sistema de entrega rápido e seguro dos produtos. Além disso, vale a pena avaliar custos das diferentes formas de entrega utilizadas no e-commerce.

Para tanto, tenha em mente a quantidade e o tamanho das mercadorias que sua loja costuma enviar e também as distâncias que essas entregas percorrem. A partir disso, será possível repensar a logística de entrega da sua loja virtual para adequá-la a essas especificidades.

Esperamos que você consiga implementar nossas dicas até a Black Friday e torcemos para que o dia 23 de novembro venha com um sucesso de vendas para a sua loja virtual!

Caso o seu negócio ainda esteja na fase inicial, uma boa ideia para começar seu e-commerce já aproveitando a Black Friday é cadastrar seus produtos em uma plataforma virtual — com tudo pronto para começar a vender.

Precisa de ajuda para organizar sua loja virtual, não só para a Black Friday, mas para vender mais o ano todo? Então entre em contato com a gente e conheça as nossas soluções!