Oferecer frete grátis é um dos principais diferenciais competitivos para lojas online. Apesar de ser uma excelente estratégia para diminuir as taxas de abandono de carrinho e aumentar as vendas, o custo do transporte gratuito pode incorrer em menor margem de lucro para o proprietário.

Afinal, quais são os benefícios e como aderir a política de entrega gratuita sem prejuízos? Confira os tópicos a seguir e descubra.

O que quer dizer frete grátis?

Você já deve ter visto muitas lojas oferecerem o frete grátis numa determinada ocasião ou para compras com um determinado preço. Essa é uma estratégia muito usada por lojas virtuais dos mais variados portes, que querem oferecer uma bonificação para que os consumidores comprem em seu e-commerce. 

Mas o que quer dizer frete grátis? Essa modalidade não cobra os custos do envio do cliente, o que torna o envio gratuito. Quem paga é o lojista, que assume o custo da logística por entender que isso motiva os consumidores a comprarem mais, o que se reflete nos resultados das vendas e do faturamento da loja virtual. 

Justamente por isso, recomenda-se que o oferecimento do frete grátis seja vinculado a alguma condição. Como assim? Você poderá dar a entrega de graça para compras acima de determinado valor, ou liberar para todos os pedidos em uma ocasião especial, como Dia das Crianças, por exemplo.

Como funciona o frete grátis?

Você já deve ter comprado algum produto com isenção de envio, então provavelmente já sabe como funciona o frete grátis. Mas vamos lá: nessa modalidade o cliente percorre a loja virtual normalmente, colocando os produtos no carrinho e indo para a etapa de finalização da compra. Lá, terá que incluir o endereço para o envio e verá o valor do frete.

Caso a compra cumpra os requisitos da promoção, como valor mínimo, por exemplo, o preço do frete será zerado. Isso significa que o empreendedor da loja virtual vai arcar com os custos com a transportadora ou com os Correios. Como o frete para o Brasil nem sempre é barato, essa oferta é um benefício interessante para os clientes.

Quais são os benefícios de oferecer frete grátis? 

Olhando pelo ponto de vista do empreendedor, é necessário ter uma razão para oferecer o frete grátis. Por isso é que se coloca alguma condição, como compra acima de determinado valor, envio para certas regiões do país ou benefício vinculado a um certo tipo de produto, cujas vendas precisam ser incrementadas. 

Agora que você já viu como funciona o frete grátis, vamos falar das vantagens que o e-commerce tem ao oferecer o envio sem custo aos seus clientes. Fica a dica de que isso deve ser feito de tempos em tempos, e não de forma contínua, para que os consumidores vejam a oferta como um benefício imperdível. Confira aqui: 

Redução da taxa de abandono do carrinho

Uma das grandes sombras que intriga os gestores de comércio eletrônico é o abandono do carrinho. Afinal, como entender o consumidor que percorreu as etapas da loja virtual, incluiu os itens no carrinho, mas desistiu de comprar? As razões para isso podem ser inúmeras, mas saiba que uma delas pode ser o preço do frete. 

A compra online funciona da mesma forma que a de pontos de venda físicos. É natural que as pessoas entrem na loja ou acessem o site apenas para “dar uma olhada”. A informação de que será preciso pagar pelo frete é um dos pontos de atrito que pode levar a uma reconsideração da compra e, por isso, o seu abandono.

Dependendo da distância geográfica entre o lojista e o consumidor, o preço do envio pode ser igual ou até maior do que o preço da encomenda. Isso desestimula a concretização da compra, pois o cliente sente que está desperdiçando dinheiro. Assim, conceder frete grátis é um bom recurso para reverter o abandono dos carrinhos.

Aumento da quantidade de conversão de vendas

Esse é outro ponto bem importante para quem quer incrementar as vendas do comércio eletrônico: oferecer frete grátis é um estímulo e tanto para os visitantes do seu e-commerce finalizarem a compra. Ou seja, com esse benefício há mais chances de os usuários que entrarem em seu site, concretizarem o pedido.

O que isso significa? O frete grátis pode gerar dois resultados distintos para o negócio: por um lado, aumentar o ticket médio das compras, o que ocorre principalmente quando o benefício está vinculado ao valor mínimo. Por outro lado, pode aumentar o número de pedidos de novos clientes, que aproveitam a modalidade para conhecer a marca. 

Aumento da taxa de fidelização dos clientes

Não podemos esquecer de falar sobre a fidelização dos clientes, que é um dos maiores desafios dos empreendedores digitais. Afinal, quem não quer ter clientes que retornam com frequência para a loja virtual? O benefício do envio sem custo é interessante para atrair aqueles clientes que querem comprar de você. 

As pessoas gostam de sentir que têm o poder de escolha. A opção de não cobrar taxas de entrega cria a sensação de controle no consumidor, que será responsável por quanto e como vai gastar. Além disso, ele pode optar entre lojas com frete grátis ou as que cobram taxas de entrega. Assim, você fideliza o cliente e se torna mais competitivo frente à concorrência.

Por isso, é interessante oferecer esse benefício eventualmente para consumidores fiéis, que já tem um histórico de pedido com a sua marca. Da mesma forma, oferecer frete grátis acima de certo valor ou para determinado produto também pode contribuir para a fidelização de novos clientes, que passarão a comprar da sua loja com frequência.

Aumento do tráfego na loja virtual

Esse item é uma consequência de todos os pontos acima. A oferta de frete grátis é também uma estratégia promocional. Quanto mais você vender, maior tende a ser a relevância do seu site. Aproveite o fluxo qualificado de visitantes para melhorar seu posicionamento orgânico e continuar crescendo os acessos.

Como reduzir o valor do frete?

Pois bem, até aqui já percebemos que o termo “frete grátis” refere-se apenas ao custo para o cliente. Ou seja, quando é ofertado esse tipo de benefício, significa que o valor referente a todo o processo logístico será arcado pelo lojista. Sendo assim, é extremamente importante saber quando e como oferecer frete grátis para seus clientes. 

Um dos primeiros pontos a se atentar, é em definir formas de reduzir os custos de frete. É preciso que o lojista estabeleça parcerias com serviços de entrega variados, desde os Correios, a transportadoras particulares. Desta forma, consegue efetuar mais de um orçamento para cada tipo de venda e verificar qual deles compensa mais contratar. 

E é preciso entender que nesta escolha, não vale utilizar apenas o menor preço como critério, o prazo e a qualidade da entrega também são aspectos essenciais para determinar o diferencial de seu e-commerce

O raciocínio é simples: caso seu produto demore a chegar, chegue danificado ou, na pior das hipóteses, não chegue para seu cliente, a reputação de seu negócio pode ser comprometida e a estratégia de oferecer frete grátis acabará sendo em vão. Portanto, procure sempre a melhor opção que equilibre preço e qualidade. 

Outra ótima maneira de reduzir o valor de frete é automatizando os processos logísticos. Softwares de gestão, como ERPs, podem auxiliar muito no desenvolvimento de seu sistema de entrega, uma vez que possibilita uma melhor gestão de notas fiscais, estoque e pedidos.

Ainda sobre os processos de logística, tê-los muito bem pensados e estabelecidos, garante que os procedimentos sejam mais fluidos e você consiga definir melhor quais benefícios disponibilizar aos clientes. 

Como oferecer frete grátis? 

Se você tem uma loja virtual e quer oferecer frete grátis, deve traçar algumas estratégias. Isso permite que a sua ação seja assertiva e que proporcione os resultados esperados para a sua loja virtual, como, por exemplo, o incremento do número de clientes, o crescimento do ticket médio e o aumento do faturamento. 

Tenha em mente que, para dar esse benefício aos seus clientes, precisará arcar com o custo do envio. Por isso, terá que fazer um cálculo que permita entender a viabilidade da promoção. Afinal, o benefício só compensa se tiver a aderência de um bom número de consumidores. 

A seguir apresentamos algumas alternativas para oferecer frete grátis no seu e-commerce: 

1. Valor mínimo de compra

Essa é uma das formas mais comuns de o e-commerce oferecer frete grátis. Em resumo funciona com a concessão do benefício acima de um valor mínimo, que deve ser estipulado pelo próprio vendedor. Essa escolha depende principalmente do preço médio dos produtos e deve ser pensada para estimular os clientes a comprarem mais para ganharem o envio incluído. 

Uma loja de malas de viagem que tenha o valor médio de produtos em R$ 200 pode oferecer frete grátis acima de R$ 230, o que fará com que os consumidores incluam mais algum item no carrinho para não terem que pagar pela logística. Assim, o vendedor aumenta o ticket médio das vendas e o cliente sente que está tendo vantagens com a economia do frete. 

2. Tipo de produto

O tipo de produto também pode ser um fator para oferecer frete grátis. A loja pode dar esse benefício, por exemplo, para produtos em fase de lançamento, justamente para que os clientes conheçam os novos itens. Ou, pelo contrário, pode conceder o benefício apenas para itens que estejam na coleção há algum tempo, aproveitando a ocasião para reduzir o estoque.

Esse é um bom jeito de motivar os consumidores a comprarem um produto que não estão acostumados, aumentando as chances de gostarem e de voltarem a consumir o item. Lembre-se que a escolha do produto que será condicionado ao frete grátis deve ser feita com base em análise estratégica de dados.

3. Frete grátis por região

Você já deve ter visto lojas virtuais oferecendo frete grátis somente para determinadas regiões do país. É bem comum que uma loja de Curitiba, por exemplo, envie sem custos para clientes da região sul do Brasil. A razão disso é simples: nosso país é muito grande e a distância entre endereço de envio e de recebimento onera o custo do frete.

Enviar sem cobrança para a região do e-commerce é uma estratégia interessante, pois, embora não consiga amparar todos os consumidores da marca, consegue focar em clientes da região, que poderão seguir comprando mesmo depois que a promoção findar.

4. Clientes VIP

Aqui está uma boa maneira de retribuir a fidelidade daqueles clientes que compram de você em muitas ocasiões ao longo do ano. O código de desconto pode ser oferecido para os principais consumidores da sua loja em alguma época qualquer, apenas com o intuito de incrementar as vendas do negócio.

Da mesma forma, também pode ser concedido de maneira segmentada para esses clientes fiéis, como, por exemplo, na ocasião do aniversário, demonstrando que a marca se importa com eles. Algumas empresas também dão um código de desconto nesse período.   

5. Clube de compras

Você sabe o que é clube de compras? Essa é uma estratégia para fazer com que a loja virtual tenha vendas recorrentes. Em resumo, o clube de compras oferece uma série de benefícios para os seus clientes, que pagam um valor fixo mensal para fazer parte do grupo. Ou seja, funciona à base de assinatura mesmo. Mas o que essas pessoas ganham?

Isso depende do produto e do segmento em que a marca atua. Algumas empresas enviam uma caixa com os produtos selecionados do mês, outras enviam um único produto, que muda todos os meses. 

É possível existir clubes de compras dos mais variados segmentos, como vinhos, cervejas, alimentos, roupas, acessórios, etc. Em geral, a taxa de envio já está incluída no valor pago pelos clientes.

6. Promocional

Algumas empresas oferecem o frete grátis em uma determinada ocasião, como, por exemplo, aniversário dos clientes ou aniversário da própria marca. Também é comum dar esse benefício em grandes datas do varejo, como Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças e Black Friday.

Isso deve ser comunicado no site da marca, sobretudo quando se trata de um benefício para todos os clientes. No caso de frete grátis para os aniversariantes do mês, o ideal é entrar em contato por e-mail marketing, fazendo uso de um e-mail temático que ofereça o bônus aos consumidores.

7. Retirada na loja

Por fim, o frete grátis também pode ser oferecido aos clientes que retirarem o produto na loja. Desta maneira, a empresa não precisa lidar com a logística do envio, devendo apenas ter uma pessoa responsável por entregar a encomenda em mãos para o cliente.

Isso é especialmente interessante para os consumidores que moram na mesma cidade da sede da empresa e que não precisam pagar para transportadoras, Correios ou motoboy. Essa forma de entrega acaba deixando a compra mais vantajosa, porque não adiciona o valor de envio no total da encomenda. 

Como calcular frete grátis para loja virtual? 

Agora que você já viu as diversas maneiras de oferecer o frete para os seus clientes, deve estar se perguntando o que deve fazer para calcular o frete grátis para seu comércio eletrônico. 

O grande desafio nesse ponto é evitar que a marca tenha prejuízo com a isenção do custo do envio. Ou seja, seu objetivo é aumentar a possibilidade de lucro. Mas como fazer isso?

Existem muitas formas! Uma delas é estipulando o frete grátis acima de determinado valor de compra, pois assim você garante que o preço do pedido dá margem para incluir o envio ao endereço do consumidor. Outra maneira é definir alguns produtos que terão esse benefício. Sim, você não precisa dar frete grátis em toda loja!

Isso pode ser feito levando em consideração itens que têm maior margem de lucro. Ou seja, aqueles produtos cujo preço de compra e de venda não têm tanta diferença assim não poderão entrar no benefício do envio gratuito. E há ainda a possibilidade de ceder o envio para certas regiões do Brasil. 

Estabeleça um valor mínimo de compra

A estratégia é afirmar que o relacionamento entre empresa e consumidor não é um jogo de soma zero. Estabelecer um piso financeiro para acessar o benefício da entrega gratuita motiva o comprador a gastar mais e possibilita a concessão do benefício. A motivação é oriunda do sentimento de controle: ele quem decide se quer ou não gastar mais para ter acesso ao benefício.

Segmente por regiões

O Brasil é um país de extensões continentais, o que pode tornar inviável isentar o frete para todas as suas regiões. Negocie com seus fornecedores e empresas de logística para conseguir delimitar de forma ampla a zona de abrangência da entrega gratuita.

Aproveite da sazonalidade

Produtos específicos e épocas específicas interferem nas margens de lucro do negócio. Sendo assim, analise a rentabilidade de cada peça e coloque tags no seu site que indiquem quando ou quais produtos estão com isenção da taxa de entrega.

Use seus pontos de venda

Caso sua empresa possua lojas físicas, dê a possibilidade de retirada em loja. Muitos consumidores gostam dessa opção por terem as vantagens da compra online sem precisar pagar pelo frete.

Distribua os custos

Se não for possível isentar o valor da entrega, uma opção é instituir um valor simbólico e fixo para todos os produtos. Deve ser um valor pequeno — abaixo de R$10,00 — de forma a não impactar no processo de compra. O conjunto de vendas gera um resultado financeiro positivo para a loja.

Estabeleça sua linha de base

É preciso também definir o escopo do processo logístico que deverá ser aplicado a todas as entregas, salvo exceções que precisem de algum tipo de ajuste. 

Estabelecer sua linha de base, significa definir bem todos os procedimentos envolvidos, desde a confirmação do pedido, até a chegada do produto na casa do cliente. Esta etapa proporciona maior clareza sobre como oferecer frete grátis e sob quais condições essa oferta é possível. 

Limites de envio

Existem limites de peso e dimensões para envios via Correios. Já em relação a transportadoras privadas, há a possibilidade de enviar mercadorias extensas ou pesadas, porém, o valor de frete para esse tipo de entrega é bem mais caro. Portanto, levar em consideração as dimensões dos itens ajuda a calcular quando e como oferecer frete grátis. 

Em geral, o ideal é oferecer o frete gratuito apenas para produtos de determinadas dimensões. 

Faça remessa restrita

Através de sua parceria com os Correios ou transportadoras, é importante também optar por enviar remessas restritas. Esse tipo de envio conta com cobertura de prejuízos decorrentes de perdas ou danos dos objetos transportados. 

Escolhendo esse tipo de remessa, o lojista diminui significativamente os riscos de despesas extras relacionadas a algum imprevisto com o transporte das mercadorias. 

Teste os preços mais altos dos produtos

Ao pensar em como oferecer frete grátis, considere também aumentar os preços dos produtos dos quais pretende disponibilizar o envio, ou então, de outros itens de sua loja virtual. Desta forma, você pode acabar compensando os custos do benefício oferecido. 

De qualquer forma, essa é uma estratégia que deve ser aplicada em caráter de teste e ser observada. Caso perceba que o aumento de preço acaba diminuindo o volume de vendas, tente dissolver o frete gratuito de outras formas, conforme as alternativas anteriores. 

Como conseguir frete fixo?

Uma ótima maneira de poder viabilizar frete grátis em sua loja virtual, é conseguindo valores fixos de frete por parte das empresas de logística

Ao ter um custo fixo definido para cada envio, fica mais fácil calcular os descontos ou gratuidades que podem ser oferecidos para os clientes, bem como em quais fases fica mais vantajoso aplicar essas estratégias. 

Existem algumas formas de conseguir fretes fixos para seu e-commerce. A seguir explicaremos melhor as mais utilizadas: 

Contrate o serviço dos Correios

Fechar um contrato com os Correios traz diversas vantagens relacionadas ao transporte de seus produtos. Um deles é a possibilidade de ter uma taxa fixa de frete. 

Para realizar essa parceria com os Correios, porém, é interessante que sua loja virtual já tenha um volume de envios que compense financeiramente, uma vez que esse tipo de contrato prevê que haja um valor mínimo mensal de remessas. As tarifas e valores podem ser acessadas no site dos Correios. 

E aqui, o frete fixo possibilita contar com a abrangência atendida pelos Correios, mas o rastreamento da remessa não atualiza de maneira precisa como nas demais modalidades. 

Faça parceria com transportadoras

Embora seja vantajoso ter um contrato com os Correios, é sabido que as greves recorrentes acabam gerando transtornos e atrasos nas entregas ao redor do país. Além disso, a instituição apresenta restrições de envio relacionadas a peso e dimensões dos objetos, o que pode vir a ser um empecilho para alguns e-commerces. Desta forma, é bem importante que o empreendedor tenha sempre mais de uma opção à disposição para atender às suas necessidades logísticas, e fazer parcerias com transportadoras é uma delas. 

Existe também a possibilidade de conseguir preços fixos para seus fretes com as transportadoras. Em alguns casos, os custos de envio podem ficar maiores em relação aos Correios, porém podem compensar, principalmente no que tange o prazo de entrega. 

O ideal, no entanto, é que se façam ambas as parcerias. Assim, seu e-commerce poderá disponibilizar mais possibilidades aos clientes, bem como decidir a melhor forma de oferecer frete grátis. 

Reveja suas embalagens

As dimensões da embalagem interferem no valor final de um frete, seja com os Correios ou transportadoras. Por isso, procure um tipo de embalagem que, ao mesmo tempo que contemple a maior parte de seus produtos, seja econômica em relação ao frete, sem, no entanto, deixar a qualidade de lado. 

Esperamos que este artigo possa ter lhe ajudado a entender como oferecer frete grátis pode ajudar nas vendas de seu e-commerce, e quais são as formas e momentos para utilizar essa carta na manga. 

Sem dúvidas, oferecer o envio por conta da loja é uma boa maneira de atrair tanto os clientes de primeira compra quanto os clientes recorrentes. Afinal, todo mundo gosta de se sentir bonificado, não é mesmo? Agora que você já sabe como funciona o frete grátis, sugerimos que leia sobre a logística para e-commerce. Esse ponto é muito importante para que a oferta do frete grátis seja bem sucedida! Boa leitura!