O empreendedorismo on-line é um modelo de negócios que oferece e comercializa produtos/serviços via internet. Caso você ainda tenha receio de investir nesse segmento, saiba que as vendas on-line no Brasil faturaram R$ 51,7 bilhões, no ano de 2017.​

Se mesmo assim você precisa de motivos extras para abrir um e-commerce e começar a vender pela web, continue a leitura para conhecer mais alguns deles.

1. Atendimento 24 horas

Já pensou em vender o dia todo sem parar? Pois ao criar uma loja virtual é justamente o que você fazer! Com um varejo on-line, não existe horário de fechamento, afinal, seus produtos ficam disponíveis o tempo todo, em qualquer lugar, para quem estiver disposto a fazer compras.

Além disso, é a vitrine mais segura que você poderia ter para suas mercadorias, já que a possibilidade de tentarem quebrar o vidro para levar algo é nula. A única forma de adquirir seus produtos é clicando no botão comprar!

2. Custo reduzido e alcance amplo

Todo o processo para a abertura de um e-commerce é bastante acessível. Hoje em dia, você tem inúmeras opções de funcionalidades e ferramentas para iniciar o seu negócio virtual. Sem falar que a loja on-line é muito mais econômica do que uma loja física.

Outro ponto importante é o fato dos comércios eletrônicos terem um alcance inigualável. Eles abraçam o mundo todo, pois, graças à internet, as pessoas acessam o que querem a qualquer momento. Essa liberdade permite que seus produtos estejam a um clique/toque de distância do consumidor. O que não ocorreria no caso de uma loja física, não é mesmo?

3. Reconhecimento de marca

O e-commerce é um negócio que foi pensando para servir como ferramenta de disseminação e fortalecimento de marca. Com um marketing atrativo/inteligente e um bom uso das redes sociais, por exemplo, seu empreedimento ganhará notoriedade rapidamente!

4. Competitividade

O cliente de hoje está conectado o tempo todo e utiliza a internet para praticamente tudo, inclusive para pesquisar preços e compará-los antes de fechar negócio. Portanto, se você não está on-line, certamente está perdendo uma gigantesca fatia de mercado, que seria capaz de aumentar seus lucros rapidamente.

Logo, para ser mais competitivo e fortificar suas vendas, não deixe de abrir um e-commerce! Mas não pare por aí: sua loja virtual deve ser responsiva — adaptada para funcionar perfeitamente em dispositivos móveis —, uma vez que a maioria das compras são feitas por smartphones.

5. Múltiplos estoques

Para estender sua capacidade de distribuição sem elevar o frete, é possível investir em estoques descentralizados — seus e de seus fornecedores — espalhando-os por diversas regiões estratégicas do país.

Muitas lojas virtuais trabalham com estoque zero, transferindo os pedidos para que os próprios fornecedores postem os itens comprados pelo cliente. Essa é uma maneira de começar com o pé direito nesse tipo de negócio. Para isso, basta que você seja bom de negociação.

6. Bom aproveitamento nas datas sazonais

Em datas excepcionais, como a Black Friday, o sucesso é tão estrondoso que esta época do ano já é considerada a segunda mais importante para o varejo, atrás somente do Natal. Então é claro que sua receita pode ser muito maior nesses períodos. 

Viu só como não faltam motivos para investir no empreendedorismo on-line? Agora basta você escolher a plataforma de e-commerce ideal para cadastrar sua linha de produtos e começar a vender!

E então gostou desse post? Aproveite e veja este conteúdo complementar sobre como está o mercado de e-commerce no Brasil