Só em 2021, a expansão do número de lojas online no Brasil foi de pouco mais de 22%. Em um mercado que só cresce, saber como criar loja virtual profissional pode ajudar você a finalmente alcançar o seu objetivo de empreender. Há milhões de pessoas com esse sonho no país, então, saiba que a disputa é grande.

Para conseguir estruturar um e-commerce da maneira certa é importante preencher alguns requisitos essenciais. Mais do que isso, você precisa pensar em um modelo de negócio que realmente se destaque em meio a concorrência.

Neste post, mostraremos como funciona esse processo de criação da loja e como trabalhar para se destacar em meio à concorrência. Confira!

O que é loja virtual e como funciona?

Loja virtual é um ambiente de vendas online, ou e-commerce, como conhecemos em termos técnicos. Na prática, são sites em que lojas e marcas, famosas ou não, criam uma experiência de compra para que consumidores possam acessar, conhecer produtos, buscar itens que desejam e, por fim, fechar uma compra em ambiente seguro.

Essas lojas virtuais são sites como qualquer outro, mas com adaptações que visam oferecer estabilidade e infraestrutura de estoque. É por isso que você pode ter sites com ofertas de catálogos variados, sempre de acordo com o número de itens vendidos. Ali, pessoas consumidoras acessam e podem explorar todas as opções possíveis.

Por ser um modelo de negócio online, naturalmente, há diferenças de uma loja virtual para um espaço físico. Apesar disso, as preocupações são apenas mais segmentadas, como o marketing que passa a ser virtual, o processo de despacho de compras, além da manutenção de um ambiente virtual em pleno funcionamento.

Quem pode criar loja virtual profissional?

Se você quer criar loja virtual profissional, em primeiro lugar, deve se qualificar e se preparar para oferecer tudo aquilo que o mercado digital demanda. Ao mesmo tempo em que esse setor apresenta boas perspectivas para os investidores, também tem uma concorrência acirrada – o que exige estudo, planejamento e visão estratégia.

Por isso, podemos dizer que qualquer pessoa pode criar uma loja virtual profissional e investir no setor de vendas online. Porém, quanto mais disposta ela estiver de estudar e de se aprofundar no segmento que está entrando, mais chances terá de criar uma empresa com verdadeira possibilidade de consolidação. 

Quais são as diferenciações de uma loja virtual profissional?

Uma boa forma de entender como funciona uma loja virtual é traçar um comparativo com uma loja física. Na internet, há algumas particularidades que precisam ser garantidas, e você conhece a seguir quais são e como se diferenciam para o modelo tradicional de varejo.

Equipe dedicada

No varejo, indiscutivelmente é necessário ter uma equipe dedicada com maior aplicação e em maior número. Afinal, há o atendimento presencial, o que requer que pessoas vendedoras abordem clientes para fechar as vendas. Já na loja virtual, a ação é passiva, uma vez que o site está sempre no ar e não precisa de ninguém o monitorando para fazer vendas.

Além disso, é possível manter uma loja virtual com uma pessoa apenas a gerenciado, principalmente se estamos falando de um MEI, com um negócio de pequeno porte. Em lojas físicas, fica mais difícil garantir que tudo seja conduzido por uma pessoa apenas. Ou seja, não há a necessidade de uma equipe dedicada ampla no contexto de lojas virtuais.

Gestão profissionalizada

A gestão profissional é fundamental em ambos os modelos de negócio, o que muitas vezes não é percebido por empreendedores que começam lojas virtuais. Por mais que você não tenha nenhuma experiência, algum conhecimento, ainda que básico, precisa ser buscado. Do contrário, você pode enfrentar problemas de logística, atendimento, entre outros.

Portanto, não significa que você precisa se formar em administração de empresas, isso demandaria muito tempo e recursos. Porém, custa pouco consumir conteúdos online sobre gestão de e-commerce e varejo, algo que vai ser de grande ajuda para sua loja virtual se manter dentro de padrões mínimos esperados e conquistar cada vez mais vendas.

Atendimento estruturado

Um bom atendimento é uma das prioridades para uma loja virtual, principalmente porque as pessoas terão dúvidas na hora de comprar seus produtos. Além disso, é essa capacidade de estar à disposição e oferecer respostas em bom tempo que vão garantir a fidelização. Criar um relacionamento positivo passa muito pelo nível de atendimento que você oferece.

No ambiente online, o atendimento precisa ser estruturado de modo que você consiga exercê-lo em diferentes canais. Isso é praticamente uma exigência quando falamos de lojas virtuais, mas é preciso ter cuidado para não oferecer muitas opções de canais e não conseguir responder em todos eles.

Automatização e padronização de processos

Automatizar é essencial para um negócio digital e online, principalmente quando se pensa em produtividade na rotina de administração de loja online. Além disso, a padronização operacional ajuda a garantir que o despacho das compras, por exemplo, aconteça de maneira dinâmica, fazendo com que o produto chegue mais rapidamente ao consumidor.

A automatização também é importante em processos como o controle do estoque. Assim, com suporte de softwares especializados, a cada venda realizada há a baixa no estoque, evitando um controle inadequado. 

Otimização logística

O uso de sistemas de logística é fundamental para ter um processo operacional automático, agilizado e capaz de entregar os melhores resultados possíveis. Para uma loja virtual conseguir vender bastante e ainda proporcionar uma experiência perfeita ao consumidor, é essencial que a logística funcione dentro dos parâmetros esperados.

Essa otimização vai passar pelo uso do software de automação e controle de pedidos e estoque. Hoje, pensar em uma loja virtual que não tenha essa solução à disposição é praticamente impossível, o que traz à plataforma uma importância única no e-commerce.

Gestão de tecnologia

O setor de e-commerce também tem um trabalho de gestão de tecnologia mais apurado, ou seja, garantir que a empresa faça uso das melhores ferramentas disponíveis. Isso ganha maior importância em lojas virtuais porque estamos falando de um negócio digital.

Portanto, deve haver a preocupação constante sobre os recursos à disposição, sempre com uma postura de busca ativa pela melhor infraestrutura. Esse é o caminho para garantir tanto gestão quanto operação de ponta na empresa.

Geração de resultados financeiros significativos

Por fim, nas lojas virtuais você tem margens de ganho ilimitadas e, principalmente, que podem ser escaladas a qualquer momento. Para isso, basta investir em mais produtos, conquistar mais clientes e converter todo esse movimento positivo em mais vendas.

Gerar resultados financeiros é o que todo negócio deseja, é claro. Mas a grande diferença com uma loja virtual é o fato de precisar de estrutura muito menor e poder crescer a empresa a qualquer momento. Por isso, tudo depende de sua estratégia de gestão e crescimento.

Vale a pena investir em uma criar loja virtual profissional?

Sempre vale a pena investir em um comércio eletrônico profissional, o que significa que o empreendedor deve fazer plano de negócios, escolher o produto com base em estudos, se aprofundar no segmento e conhecer profundamente o seu público-alvo. Tudo isso contribui diretamente para o sucesso da loja que você está concebendo.

Tenha em mente que criar loja virtual profissional é levar a sério o seu novo trabalho. Quanto mais você planejar antes de colocar sua loja no ar, mais erros conseguirá antecipar, o que tem muito valor para qualquer negócio. O profissionalismo deve ser sempre a meta de todos os empreendedores, seja do mercado digital ou tradicional.

Como montar uma loja virtual profissional?

Quanto mais você investir no planejamento do seu comércio eletrônico, mais sólida será a empresa que estará criando. Por isso, lembre-se sempre que estudo não é perda de tempo: é conhecimento que será essencial na execução das tarefas do dia a dia. E pode ter certeza que o mundo digital tem muitas tarefas e desafios!

Mas como montar uma loja virtual profissional e começar a vender online com possibilidade de crescimento? A seguir apresentaremos seis dicas simples e possíveis para que você coloque em prática no seu e-commerce. Veja a seguir!

1. Escolha uma plataforma que ofereça recursos profissionais

A plataforma do comércio eletrônico engloba muitas funções: apresentar os produtos para os consumidores, conduzir os clientes pelo processo de venda, concretizar o pagamento e centralizar os dados de compra. Pensando assim, fica fácil de entender por que essa escolha deve ser feita com tanta cautela, não é mesmo?

Quanto mais recursos profissionais a plataforma tiver, mais útil ela será para a sua rotina de administração do negócio. Por isso, pesquise as alternativas do mercado e escolha uma plataforma completa, com integração, automatização, ERPs e facilidades que realmente ajudam a ter dados mais assertivos e a economizar tempo.

2. Desenvolva uma marca única

É claro que o mercado digital apresenta boas oportunidades para quem quer investir nele. Mas, ao mesmo tempo, também atrai muitos empreendedores que se empolgam com a ideia de ganhar dinheiro trabalhando de casa. Nesse cenário, a competição é muito acirrada, exigindo a diferenciação das marcas.

Sim, quanto mais segmentada uma empresa for, mais chances ela terá de cativar os seus clientes. Sabendo disso, elimine aquela ideia de vender produtos genéricos e tentar atender todo perfil de clientes. Pelo contrário: desenvolva uma marca única, que seja lembrada pelos consumidores.

3. Invista em um domínio próprio

Algumas plataformas de comércio eletrônico oferecem planos gratuitos, o que parece uma boa ideia à primeira vista. Contudo, podem ser uma roubada para os empreendedores, que logo terão que fazer a migração da loja virtual para uma outra plataforma mais completa, colocando em risco todos os dados que já foram cadastrados.

Da mesma forma, também é possível encontrar domínios gratuitos para loja virtual. Porém, a recomendação é que você contrate um domínio pago com uma extensão que demonstre o profissionalismo do seu negócio, como, por exemplo, “.com” ou “.com.br”. 

4. Invista em embalagens profissionais para a sua marca

A escolha da embalagem depende muito do tipo de produto e da forma como ele vai ser transportado. No entanto, essa decisão não deve ser tomada pensando apenas no preço do fornecedor e sim no valor que gera para o consumidor. Sabendo disso, recomendamos o uso de embalagens personalizadas com o logotipo da sua marca.

Há empresas que usam a embalagem como forma de demonstrar seu posicionamento no mercado, o que é muito bacana de ser feito. Algumas enviam os produtos sem plástico, contando apenas com papel, o que é mais ecológico. Outras aplicam frases bacanas nas caixas, tornando a experiência do cliente mais divertida. 

5. Garanta a presença da sua marca nas redes sociais

Você já deve ter ouvido falar que uma empresa só existe quando está nas redes sociais, não é mesmo? De fato, a presença no Facebook e no Instagram é muito importante para os negócios que querem se destacar. Essa é uma boa estratégia para estar perto do seu público-alvo, podendo dialogar com ele de uma maneira leve e assertiva.

A presença nas redes deve ser pensada com estratégia. Ou seja, não basta criar um perfil e publicar qualquer coisa. É preciso criar algumas editorias de conteúdo. Veja alguns exemplos de temas que você pode abordar nas suas redes sociais:

  • Apresentação dos produtos
  • Bastidores da marca
  • História da empresa
  • Feedback dos clientes

6. Desenvolva uma boa estratégia de marketing para sua loja

Tenha em mente que o setor de marketing é tão importante quanto o setor financeiro. Sim, uma empresa que queira vender na internet e crescer nesse cenário precisa investir em marketing. Isso significa que as decisões devem ser tomadas com base em estudo e estratégia, ok?

Existem muitas maneiras de aumentar a visibilidade de uma marca: presença nas redes sociais, e-mail marketing, anúncios em buscadores de conteúdo, SEO, etc. Mas não basta sair usando todas elas de qualquer jeito: é necessário integrar essas ações de modo que dialoguem e que gerem resultados consistentes. 

Qual a melhor plataforma para criar uma loja virtual?

Sem dúvidas, a Simplo 7 é uma excelente plataforma para criar loja virtual profissional. Ela conta com uma série de recursos essenciais para empresas de todos os portes. Quer exemplos? Nela é possível criar um e-commerce personalizado, com métodos de pagamento variados, diversos meios de entrega e otimizações que simplificam o trabalho do gestor. 

Tudo isso a um preço justo e com a possibilidade de fazer upgrade para incluir mais produtos! 

Se você está na busca por uma plataforma de loja virtual para começar seu negócio, a Simplo7 é a melhor opção. Visite nosso site e saiba mais!