Identificar e corrigir os erros no e-commerce, pode ser o que sua empresa precisa para alavancar os resultados de uma vez por todas. Vender pela internet é um investimento lucrativo, mas é necessário que o empreendedor esteja sempre preparado e atualizado acerca das mudanças e tendências digitais.

Se você pretende trabalhar com vendas pela internet, ou então, já é um empreendedor digital, entenda quais são os 12 principais erros que podem impactar seus resultados no comércio eletrônico e saiba como aumentar as vendas de seu e-commerce. 

Venha conosco!

Vale a pena investir em um e-commerce? 

Primeiramente, já adiantamos que a resposta é SIM! Vale a pena investir em e-commerce.

O setor tem apresentado enorme crescimento nos últimos anos e isso se dá tanto por conta da extrema popularização da internet, como pela mudança nos padrões de consumo. 

Os consumidores têm, cada vez mais, percebido as vantagens de comprar online, principalmente no que tange aos preços praticados e à comodidade oferecida por essa atividade. Já para os empreendedores, o comércio eletrônico se apresenta como um negócio capaz de gerar grande retorno, a partir de menores investimentos. 

Quando comparado a um negócio físico, o e-commerce demanda menores gastos com a operação e pode ser altamente rentável, desde que observada sua dinâmica e forma de funcionar. 

Imaginar que a dinâmica de uma loja virtual é igual à de uma loja física, é um dos principais erros no e-commerce. Isso porque, para que sua marca se torne relevante no ambiente digital, são necessárias estratégias e esforços particulares dessa área. Os processos de divulgação, comunicação, relacionamento com os clientes e as vendas em si, são distintos entre lojas físicas e virtuais. Portanto, é de extrema importância que o empreendedor digital inicie seu negócio bem informado, para se preparar melhor para o mercado e estruturar um negócio sólido e lucrativo! 

Quais são os maiores erros no e-commerce? 

Como pudemos perceber nos últimos anos, o comércio eletrônico chegou para ficar. No entanto, para ter sucesso nesse mercado competitivo, é necessário que a empresa foque seus esforços para manter seu site funcionando e otimizado, de modo que esteja preparada para atender a um número cada vez maior de pessoas dispostas a comprar online. 

Ao resolver os erros mais comuns, um e-commerce já pode melhorar bastante suas chances de sucesso nesse mercado que está reformulando a forma como as pessoas vivem, compram e vendem. 

A seguir, vamos expor os 12 principais erros no e-commerce que impactam diretamente as vendas e devem ser evitados pelos empreendedores. Confira! 

1. Layout pouco convidativo

Ao acessar um site, o primeiro detalhe a ser notado pelo usuário é o layout. Caso sua página tenha um design pouco convidativo, as pessoas podem fechar a aba do navegador em poucos segundos.

Para que isso não ocorra, é fundamental oferecer uma identidade visual bem chamativa e robusta. Ter esse foco inicial permite oferecer um ambiente organizado, com funcionalidades, ilustrações e cores intuitivas, além de bem editadas.

2. Má apresentação dos produtos

Fotos de baixa qualidade ou que mostrem a mercadoria de um ângulo só, são erros no e-commerce que devem ser evitados. O cliente precisa ver bem os produtos, uma vez que não consegue tocá-los. Muitos também costumam ler a descrição do que vão comprar, e essa informação também ajuda a loja virtual a ser encontrada nos mecanismos de busca.

Portanto, a página pode ter um visual excelente, mas se as pessoas não conseguem interagir com a mercadoria ou saber mais sobre ela, provavelmente vão desistir.

Para evitar esse problema, utilize imagens de boa resolução, com diversos ângulos e opção de zoom. Informe as dimensões, funcionalidades, e também de que material o produto é feito. Publique vídeos curtos com dicas de como utilizá-lo e, se for possível, divulgue itens complementares para aumentar o interesse pela compra.

Com isso, o usuário terá a sensação de estar em uma loja física, mas com a comodidade de fechar negócio com poucos cliques.

3. Poucas opções de pagamento

Disponibilizar poucas formas de pagamento pode aumentar a taxa de abandono de carrinho. Vamos supor que um internauta que tem interesse em comprar de você, escolheu os produtos e, no momento de pagar, não encontra uma opção que o atende.Certamente, ele irá procurar outra loja virtual para concluir a compra.

É que claro que você não deseja perder clientes por causa disso, correto? Então, disponibilize diversas formas de pagamento para que as suas vendas sejam concluídas com êxito.

4. Fretes caros

Fique atento aos fretes muito caros, pois isso pode trazer alguns problemas, especialmente se a concorrência oferecer itens semelhantes por um valor mais acessível. 

Para lidar com isso, pesquise os preços de frete praticados no mercado e opte por aqueles que não sejam muito superiores. Mas tenha cuidado! Leve sempre em consideração a qualidade dos serviços de entrega, para não colocar a reputação da sua loja em cheque.

5. Plataforma inadequada

Na hora de criar ou readaptar um comércio eletrônico, a escolha da plataforma é crucial para o sucesso. Nesse caso, ferramentas que não sejam compatíveis com os objetivos do negócio e não ofereçam as funcionalidades necessárias podem ser um dos piores erros no e-commerce.

Portanto, quando for escolher um sistema, não tenha pressa. Avalie suas demandas atuais e as que possam surgir no futuro, pesquise e se informe sobre as opções disponíveis, para então definir qual é a melhor solução para o seu empreendimento.

6. Pouca rastreabilidade

Enquanto muitos dos maiores sites de comércio eletrônico têm um excelente recall de marca e os visitantes acessam diretamente no navegador ao visitá-los, outros precisam atrair tráfego, principalmente os negócios em fase inicial. Para isso, é preciso permitir que os mecanismos de busca indexem seu conteúdo. 

No entanto, esses sites também precisam ser cautelosos e não permitir que os mecanismos de busca tenham a liberdade de rastrear algumas partes do site. Isso ocorre porque a navegação facetada, que permite que as pessoas pesquisem sites com o aplicativo de vários filtros, pode levar à criação de conteúdo duplicado. 

Sendo assim, é importante tornar seu site rastreável, mas ao mesmo tempo, tomar medidas para impedir a criação de conteúdo duplicado.   

7. Falta de Link interno

As páginas de um site precisam estar vinculadas internamente, pois permitem que usuários e os mecanismos de busca encontrem conteúdo. 

Infelizmente, muitos sites de e-commerce apresentam links internos quebrados. E esse é um dos grandes erros no e-commerce, pois trata-se de uma manobra simples, mas que faz total diferença na navegabilidade do site. 

8. Ausência do sitemap

Os sites possuem um mecanismo chamado sitemaps que permite que as pesquisas encontrem conteúdo e informem se ele foi atualizado. 

No entanto, isso não significa que todas as páginas de um site de comércio eletrônico devam ter um. O sitemap deve ser adicionado estrategicamente nas páginas que deverão aparecer nos mecanismos de busca da internet.

9. Erro na implementação HTTPS

A segurança do site é uma prioridade para todas as lojas de comércio eletrônico, porque nada afugenta mais os clientes em potencial, do que o aviso de um mecanismo de pesquisa informando que a conexão não é segura. 

No entanto, é comum que os sites de e-commerce tenham páginas com links para uma versão HTTP antiga do site e para páginas com conteúdo misto. Essa ligação não permite que os mecanismos de pesquisa verifiquem se uma página é segura, o que pode gerar perdas nas vendas para as empresas.

10. Mau desempenho do site Hampers Business

As pessoas que compram online desejam uma experiência de compra agradável. Essa experiência deve ser rápida, portanto, a página de destino dos sites de comércio eletrônico deve ser carregada rapidamente. 

A velocidade de carregamento de um site também afeta a maneira como um site é classificado pelos mecanismos de pesquisa. Estima-se que, para cada segundo de atraso no carregamento pode-se esperar uma queda de 7% na venda. Muitos sites de e-commerce não são otimizados para velocidade.

11. Erro no arquivo Robots.txt

O arquivo robots.txt permite que um site se comunique com um mecanismo de pesquisa antes que este comece a “rastreá-lo”. Isso é muito importante porque permite que o site informe a este mecanismo de pesquisa qual a área que não deve ser processada ou digitalizada. A falta deste arquivo pode tornar o site de comércio eletrônico menos funcional e menos confiável para os usuários.

12. Motor de busca não otimizado internacionalmente

Para as empresas de e-commerce que desejam crescer internacionalmente, este é um desafio. Um site que pretende vender globalmente deve permitir que os mecanismos de pesquisa saibam que ele tem conteúdo semelhante para locais diferentes. 

As tags ajudam os sites de comércio eletrônico a fazer isso, no entanto, descobriu-se que muitos sites com essas ferramentas haviam sido configurados incorretamente. Erros como esses levam a complicações quando se vendem produtos em diferentes mercados.

Como aumentar as vendas no e-commerce?

Agora que já vimos quais são os principais erros que impactam negativamente um site de comércio eletrônico, como fazer para aumentar as vendas no e-commerce? 

Conforme mencionamos antes, o ambiente digital requer estratégias próprias de venda, que são bastante diferentes das utilizadas em comércios com estrutura física. E é importante dizer que um bom marketing digital é a chave-mestra que mantém as portas de um e-commerce abertas. 

Na internet, a abrangência é enorme, assim como a concorrência. Ao mesmo tempo em que uma loja virtual pode alcançar muito mais clientes do que uma loja física, ela também enfrentará uma concorrência mais acirrada. Além disso, como a internet dispõe de uma infinidade de conteúdos e websites, é preciso utilizar as táticas corretas para fazer com que seu e-commerce seja encontrado pelos clientes em potencial. 

Por isso, trazemos aqui algumas dicas básicas que ajudam a aumentar a visibilidade e as vendas de um e-commerce. 

Identifique e solucione os erros estruturais

No e-commerce, seu site é o seu ponto comercial. Sendo assim, ele deverá ser tratado como tal, tendo manutenção e melhorias contínuas de acordo com os avanços tecnológicos e estruturais de seu negócio. 

É preciso estar sempre atento ao funcionamento do site no que abrange todas as etapas da venda, desde a navegação, até o fechamento e pagamento. Caso identifique algum erro, é preciso corrigi-lo imediatamente. 

Conforme vimos antes, a má estrutura do site é um dos erros no e-commerce que mais impactam os resultados. 

Invista em SEO

Aplicar táticas de SEO em e-commerce não é uma opção, é obrigatório. Todo o conteúdo de seu site, incluindo as URLs e as descrições dos produtos, devem estar otimizados para serem encontrados pelos mecanismos de pesquisa. Caso contrário, sua loja virtual irá se perder na imensidão da web e não será encontrada pelo público-alvo

Porém, é preciso sempre estar atento à qualidade dessa otimização. Não basta apenas inserir palavras-chave de maneira aleatórias e sem embasamento, é preciso elaborar uma estrutura coesa entre o conteúdo de sua página e as buscas que serão feitas pelos usuários. 

Insira boas fotos e vídeos

Ao comprar pela internet, o consumidor não pode ver nem tocar o produto que está adquirindo. Por isso, boas fotos são fundamentais para trazer mais segurança a esse comprador, além de ajudar a despertar o desejo pelo produto. 

É fundamental disponibilizar boas fotos – e até vídeos – de seus produtos em sua loja virtual. Apresentar fotos de diversos ângulos diferentes e com a possibilidade de zoom, podem aumentar bastante suas chances de venda. 

Faça boas descrições

E as descrições não servem apenas para otimizar o SEO de seu site. Elas também funcionam como os ‘vendedores’ de sua loja virtual. 

Descrições completas, que informam de maneira assertiva todas as informações acerca do produto, solucionam as possíveis dúvidas dos clientes, ajudam a destacar os benefícios do item e evitam problemas futuros, uma vez que especificam detalhes sobre o material, dimensões, etc.  

Use uma boa tag title e meta descrição

As tags title e as meta descrições ajudam também na otimização de seu site nos mecanismos de pesquisa, como Bing, Yahoo e Google. Desta forma, também é importante classificá-las com palavras-chave relacionadas aos produtos cadastrados. 

Além da relevância para os algoritmos, é muito importante também para transmitir maior confiança aos consumidores, uma vez que, ainda na busca, ele perceberá que sua loja virtual possui exatamente o item que ele procurou e isso motiva o acesso ao seu site

Faça bons anúncios

Os anúncios pagos também são muito importantes para um e-commerce. Principalmente para uma marca em início de operação, cujo tráfego e a relevância na internet ainda são menores. 

Portanto, elaborar bons anúncios, assertivos, atrativos e otimizados para SEO, são uma maneira ágil e acessível de aumentar suas vendas online.

Tenha categorias organizadas

Há quem subestime a importância de um site bem organizado, mas em e-commerce não é possível ter bons resultados quando não há uma boa acessibilidade. 

Organizar bem as categorias de seus produtos ajuda muito na navegação dos usuários. Além de proporcionar uma boa experiência de navegação, estruturar os produtos por categorias também pode ajudar a aumentar as vendas, uma vez que apresenta aos clientes produtos similares àqueles previamente buscados e isso pode motivá-los a comprar mais de um item. 

Outro benefício importante da categorização de seus produtos, também diz respeito à otimização SEO e relevância da loja virtual para as buscas na internet. 

Aliando as dicas mencionadas acima à contratação de profissionais especializados, bem como dar atenção ao feedback dos clientes e fazer pesquisas de mercado, certamente ajuda a evitar diversos problemas para seu negócio. Desta forma, também suas vendas tendem a aumentar e as chances de expansão ficam ainda maiores.

E então, gostou deste artigo sobre os erros no e-commerce? Esperamos que nosso material possa ter ajudado a sanar as principais dúvidas sobre o tema. Se tiver alguma dúvida, experiência ou sugestão sobre o assunto, deixe o seu comentário abaixo! Siga conosco para saber mais sobre como criar loja virtual