O mercado virtual é um dos setores mais prósperos da economia brasileira. Os números do comércio eletrônico seguem na contramão dos dados do comércio tradicional, o que faz das vendas online uma excelente oportunidade para quem quer se reinventar e criar um negócio consistente

Sabendo disso, muitos empreendedores têm optado por criar uma loja virtual e começar a vender online. Essa é uma boa decisão, sobretudo quando feita com planejamento e estratégia. E é por isso que neste artigo vamos explicar como montar uma loja virtual com 30 dias grátis, para que você possa vender online de forma rápida e organizada. Confira!

O que é preciso para montar uma loja virtual?

Se você quer entender como montar uma loja virtual, deve primeiro fazer um checklist com tudo o que é necessário para desenvolver um negócio online. O mercado digital é excelente, mas apenas isso não é garantia de que o negócio vai dar certo e vender muito. Para crescer online é fundamental criar uma empresa estruturada.

E como fazer isso? O primeiro passo para quem quer empreender online é criar um plano de negócios. A partir desse estudo é possível planejar todas as etapas da empresa, aprofundando-se também no produto que será oferecido, no segmento em que o negócio vai se encontrar e no público-alvo que vai atender. 

Existem alguns fatores essenciais que uma loja virtual precisa para ter sucesso. Vejamos a seguir: 

Registro do domínio

O primeiro passo será registrar um domínio para seu site. O domínio é o endereço que o usuário digita na barra de endereços. 

Embora existam muitos domínios gratuitos na internet, nossa recomendação é que você contrate um domínio pago, que seja profissional – ou seja, que tenha a extensão “.com” ou “.com.br”. 

Além disso, procure por um domínio que tenha o nome exato da sua marca, o que reforça a sua identidade digital. Vale lembrar que o algoritmo do Google, e demais buscadores, leva em consideração o domínio para fazer o ranqueamento do site nas buscas dos usuários – por isso, escolher um domínio profissional deve ser considerado um investimento e não custo.

Escolha de um servidor de qualidade

O servidor também exerce papel fundamental para um e-commerce, pois é lá que ficam guardadas todas as páginas da loja virtual, inclusive os dados dos consumidores. Quanto melhor for o servidor que você escolher, mais acessos simultâneos o seu e-commerce poderá ter. E, certamente, isso é o que você mais deseja para sua loja virtual.

Um bom servidor faz muito mais do que somente deixar a loja virtual online. Ele permite que a navegação seja ágil, carregando as imagens com rapidez e permitindo uma jornada de compra de qualidade aos consumidores. E assim como a escolha do domínio, o servidor também influencia no ranqueamento do Google. 

Plataforma de loja virtual adequada

A escolha da plataforma do e-commerce é essencial para a boa gestão da loja. Quanto mais recursos disponíveis ela tiver, mais ágil é a rotina do empreendedor que está por trás do negócio. 

Por isso, vale procurar por plataformas com sistemas de automatização e de ERPs que auxiliem em tarefas como gestão de estoque e emissão de notas fiscais.

As plataformas alugadas, como é o caso da Simplo 7, já têm toda a estrutura pronta, cabendo ao empreendedor configurar da maneira como quiser para deixar o e-commerce com a cara da sua marca. 

Sem dúvidas, essa é a solução mais simples e prática para quem quer começar a vender online. 

Planejamento logístico

A logística de uma loja virtual é fundamental para o crescimento do negócio e tem um papel muito importante na satisfação dos clientes. Afinal, este é o setor responsável por garantir que o produto chegará no endereço do consumidor no prazo certo e, mais do que isso, em boas condições. 

Muitos empreendedores ficam na dúvida entre contratar transportadora ou Correios. E aqui não existe uma resposta certa. A decisão depende do tipo de negócio, das características do produto e da distância geográfica entre os dois endereços. 

Para além dessas modalidades também existem outras que contemplam as entregas locais, como é o caso do motoboy, da entrega por bicicleta e da retirada no ponto de venda do e-commerce.

Template adequado

Como falamos, as plataformas alugadas são uma ótima escolha para iniciar seu negócio digital. Elas já dispõem de todos os recursos necessários para vender, cabendo ao empreendedor configurar conforme as suas necessidades. E dentro disso também está a escolha de um template adequado.

O layout do site comunica aos visitantes o seu propósito, por isso deve ser pensado com atenção. Uma loja de produtos automobilísticos poderá usar cores muito mais fortes do que uma marca de roupas para bebês, por exemplo. 

E vale lembrar que essa identidade visual deve ser estendida aos outros canais da marca, como redes sociais.

Fornecedores confiáveis

Tomadas as devidas providências em relação ao site e às operações de logística, é chegado o momento de escolher seus fornecedores. E essa, talvez, seja uma das partes mais importantes do negócio

Uma vez que você já definiu os produtos que irá vender online, é importantíssimo buscar os parceiros adequados, para que você consiga entregar os melhores produtos de seu nicho, com os melhores preços e, ainda assim, manter uma boa margem de lucro para seu negócio. 

Não apenas por isso, é ideal também escolher fornecedores de confiança, que possam respeitar os prazos e repor seu estoque sempre que necessário. Desta forma, as operações de sua loja virtual se mantêm sempre em pleno funcionamento.  

Qual o custo para abrir uma loja virtual?

Essa é uma dúvida que todo empreendedor iniciante tem. Vale saber que o mercado digital tem custos de entrada menores do que o mercado tradicional, já que não é necessário investir em ponto de venda físico e nem na contratação de vendedores. A plataforma é que faz esse papel, por isso deve ser escolhida com tanto cuidado.

Mas qual é o preço de uma boa plataforma de e-commerce? Vamos usar como exemplo a Simplo 7, cujo custo-benefício é animador. A plataforma tem planos entre R$ 9,00 e R$ 599,00 ao mês, dependendo da quantidade de produtos cadastrados. Em todos eles, o empreendedor já conta com os recursos essenciais para a operação da loja virtual, o que simplifica a gestão do negócio.

Veja aqui outros custos que também devem ser levados em consideração na hora de planejar um e-commerce:
Estoque inicial de produtos

  • Embalagens
  • Campanhas de marketing
  • Registro do domínio próprio
  • Plano de internet rápida

Quais são os Documentos necessários para abrir uma loja virtual?

Outra das dúvidas mais frequentes de quem vai criar um comércio eletrônico é a respeito da necessidade de abrir uma empresa. A resposta é que sim, você deve ter um CNPJ para fazer vendas online. 

Embora inicialmente isso pareça uma barreira, na prática é uma decisão simples, já que é possível vender online sendo Microempreendedor Individual (MEI). 

Mas qual é a diferença do MEI para o Simples Nacional? O que muda entre as duas modalidades é o faturamento anual, que no MEI pode ser de até R$ 130 mil, o que dá, em média, R$ 10.833,00 ao mês. 

Se o empreendedor superar esse valor anual terá que mudar a categoria da sua empresa para o regime do Simples Nacional. Veja aqui as vantagen do MEI para os empreendedores digitais:

  • Ter um CNPJ 
  • Emitir notas fiscais
  • Pagamento tributário reduzido
  • Direitos previdenciários garantidos 
  • Comprar produtos a preço de atacado

Como montar uma loja virtual?

Antes de saber como montar uma loja virtual, é importante que você já tenha definido anteriormente um bom plano de negócios para seu e-commerce. O plano de negócios, é como se fosse uma bússola pela qual o empreendedor se orienta em relação à implementação e gerência de sua empresa

Para isso, é necessário definir qual será seu tipo de negócio, em qual nicho de mercado ele está inserido, qual será o público-alvo e, claro, quais serão os produtos comercializados através deste e-commerce. 

Tendo tais informações bem definidas e estabelecidas, é chegado o momento de colocar seus planos em prática e criar seu site de vendas online. A seguir, apresentamos todas as principais etapas de como montar uma loja virtual, para que você comece a se familiarizar com os processos necessários . Acompanhe! 

Legislação para montar uma loja virtual

De acordo com o decreto 7.962 de 2013, existem alguns requisitos que uma loja virtual deve cumprir para estar de acordo com a legislação brasileira, que regulamenta a prática do e-commerce. 

Esse decreto é popularmente conhecido como a Lei do E-commerce, e estabelece quais são as regras para que sejam realizadas vendas pela internet de maneira segura, tanto para quem vende, quanto para quem compra. 

A seguir, apresentamos os principais pilares da Lei do E-commerce. São eles: 

Identificação completa do fornecedor/empresa 

Em seu site deve conter, em local visível ao consumidor, os dados do fornecedor ou empresa que está comercializando os produtos. Ou seja, é obrigatório informar seu CNPJ e razão social cadastrados. Caso ainda não tenha CNPJ, este deve ser substituído por seu CPF e nome completo. 

Endereço físico e eletrônico

Outra obrigatoriedade do decreto 7.962 é que seus consumidores tenham acesso a um endereço físico de seu comércio, mesmo que suas operações sejam realizadas apenas online.

Portanto, é necessário dispor de um endereço físico em site ainda que não ofereça atendimento presencial neste local. Este endereço pode ser referente, até mesmo, ao seu endereço residencial, caso você trabalhe de casa. 

Informações claras e precisas 

Além dos dados obrigatórios a respeito da empresa e/ou do comerciante, na loja virtual devem estar dispostas de maneira clara e precisa todas as informações a respeito da operação feita no site. 

Isso significa que todos os detalhes a respeito dos produtos, como peso, medidas, tamanhos, matéria prima, disponibilidade de estoque, entre outras informações relevantes, devem estar claras para o cliente. 

Os detalhes a respeito dos prazos de entrega, formas de pagamento, políticas de troca e devolução também devem ser explícitos ao consumidor. 

Além desses três fatores principais, a Lei do E-commerce também estabelece normas a respeito da obrigatoriedade em fornecer atendimento online, garantir a segurança dos dados dos clientes, bem como o estorno do pagamento efetuado, nos casos onde este se aplica. 

Termos contratuais, como contratos e confirmação da compra também são obrigatórios. 

Definição de nome e Registro de endereço

Quando falamos em como montar uma loja virtual, registrar o domínio de seu site é uma das principais etapas. Isso porque, o endereço de seu site, na internet, equivale ao seu ponto comercial na web. É através deste endereço que os consumidores terão acesso à sua loja

Sendo assim, escolher um bom nome, de fácil assimilação e inédito no mercado, é importante para estabelecer sua marca na internet e ser encontrado pelos consumidores. 

Assim que definir o nome de sua marca, é preciso então adquirir um domínio na web e registrá-lo. 

Escolha da Plataforma de Loja Virtual

Com seu domínio exclusivo e registrado, é o momento de escolher a plataforma que vai abrigar sua loja virtual. E nesta etapa, é fundamental fazer esta escolha baseada tanto nas necessidades de sua loja virtual, quanto no planejamento relacionado à sua expansão. 

Isso significa que não adianta optar por uma plataforma que atenda apenas às necessidades imediatas de seu negócio em início de operação e, posteriormente, com o crescimento da empresa, seja preciso migrar de plataforma. 

Portanto, é importante verificar se a plataforma escolhida tem capacidade de atender a diversos portes de e-commerce.

Configuração da aparência

Configurar sua loja virtual também é uma etapa que não deve ser subestimada. A identidade visual de seu e-commerce deve coincidir com seu modelo de negócios e os produtos que comercializa

Na internet, a comunicação visual se torna ainda mais importante. Isso porque, na web, o consumidor realiza toda a jornada de compra sozinho e, desta forma, o layout deve ser convidativo e facilitar todos os passos deste comprador.      

Cadastramento de produtos

Cadastrar os produtos de sua loja virtual deve ser uma tarefa feita com cautela, pois trata-se de uma etapa essencial para que seus produtos sejam encontrados pelos consumidores e despertem seu interesse em comprá-los. 

É importante que todo seu site seja otimizado para SEO, pois é a maneira mais eficaz de sua marca ser bem ranqueada nos mecanismos de busca na web, como o Google.E esta otimização também deve estar contida na descrição de seus produtos, escolhendo as palavras-chave e expressões relacionadas às buscas dos consumidores.   

Informação de dados cadastrais

Também é importante definir quais serão os dados que os clientes deverão informar ao efetuar as compras em sua loja virtual. Além de servirem de base para registro das vendas e entregas, essas informações serão úteis para fins de marketing. 

Saber escolher quais serão os dados que sua loja virtual solicitará dos clientes, permite que, posteriormente, suas ações de marketing sejam melhor direcionadas, pois a partir destes dados, é possível traçar um perfil detalhado do público que compra em seu e-commerce. 

Portanto, ao pensar em como montar uma loja virtual, pense também a respeito dos dados cadastrais dos clientes. 

Sistemas e Ferramentas

É preciso também que sua loja virtual seja integrada com sistemas de gestão e ferramentas de análise, para otimizar a performance de suas operações.

No começo seu negócio pode ter uma gestão mais simples, devido ao fato de haverem menos vendas. Porém, com o passar do tempo e o aumento do volume de pedidos, torna-se imprescindível utilizar softwares para gestão de pedidos, dados e logística do e-commerce. 

Sendo assim, é importante utilizar uma plataforma de loja virtual que possibilite a integração com esses sistemas, e efetivar essa integração durante a implementação do site

Operação da Sua Loja Virtual

Com todos os passos anteriores prontos, é preciso então começar a desenhar o processo operacional do e-commerce. E por processo operacional, podemos entender todos os detalhes que envolvem seu e-commerce: desde as estratégias de divulgação e atração de tráfego para o site, até o processo de entrega. 

Somente com toda a operação de sua loja virtual devidamente estruturada, é possível iniciar suas vendas. Começar um negócio sem ter um planejamento adequado de cada passo do processo, pode ser fatal para sua empresa. 

Passo a passo de como montar uma loja virtual na Simplo7

Veja o passo a passo de como montar uma loja virtual na simplo7:

1. Faça o seu cadastro Gratuito na Plataforma

Preencha os campos com os dados da sua loja virtual. Inicie com o seu nome completo ou razão social da sua loja. Escolha o seu melhor e-mail para cadastro e defina a senha. Depois, basta clicar no botão, e iniciar a criação da sua loja virtual Grátis, com 30 dias para testar. 

Após a criação você será direcionado (a) para essa tela, basta clicar em “acessar a loja”.

2. Defina o tipo de venda e nicho de mercado

A loja virtual para atacadista e varejista requer recursos diferentes. Então, para um melhor aproveitamento da plataforma, selecione o seu tipo de venda.

Em seguida, defina qual é o seu nicho de mercado. Assim, podemos indicar os melhores recursos para que você possa ter uma performance ainda mais rentável.

3. Comece a criar a sua loja virtual informando os dados gerais

É muito importante que você já tenha um CNPJ cadastrado e dados de localização. Para iniciar o cadastro clique em “ dados gerais”.

Preencha todos os campos corretamente. Caso queira alterar, é possível fazer alterações posteriores, mas existem alguns dados de preenchimento obrigatório. Fique atento (a) e ao finalizar, clique em salvar.

4. Configure a aparência da sua loja virtual

Após finalizar o cadastro de dados basta clicar em “painel” no canto superior à esquerda. Depois clique em “aparência”.

A configuração da aparência é uma parte importante, então fique atento aos campos indicados e preencha com cuidado.

Inicie configurando a logo da sua loja virtual e escolha o ícone da página.

Em seguida, faça a configuração do Layout.

Realize as configurações visuais e escolha a base de cores da sua loja virtual. Não se esqueça de salvar após completar cada uma das etapas.

Caso saiba utilizar CSS, existe a possibilidade de fazer edições na aparência e tema por meio do CSS customizado.

Defina os tamanhos das imagens que serão utilizadas na sua loja virtual.

5. Realize a configuração dos produtos

Para cadastrar os produtos é importante seguir as orientações dos modelos que estão na plataforma.

Preencha todos os campos recomendados. Trabalhe bem o SEO dos seus produtos desde o início. Assim, você facilita que a sua loja seja encontrada pelos seus clientes e que os seus produtos sejam recomendados pelos mecanismos de busca.

6. Cadastre as formas de pagamento

A Simplo7 disponibiliza a integração com doze diferentes meios de pagamento. Existem sete parceiros gratuitos e os demais são pagos. É importante que a sua loja virtual ofereça diferentes considerações de pagamento para os seus clientes. Dessa forma, não apenas a eliminação de carrinhos abandonados, você também terá maior recorrência de vendas e lucratividade.

Escolha entre as diferentes plataformas e faça a integração com os recursos que mais se adequem com a sua loja virtual.

7. Escolha e Configure as formas de entrega

A plataforma conta com 23 parceiros para realização de entrega de mercadoria. Basta escolher o que mais se adequa a sua necessidade e fazer a contratação. Além de formas de entrega, você pode configurar recursos para facilitar e agilizar o processo, facilitando o rastreio.

8. Faça a configuração dos pedidos

Para que você possa ter uma melhor visualização de como os seus pedidos serão feitos e recebidos, a plataforma disponibiliza um teste rápido. Realize o passo a passo descrito e garanta a melhor experiência do seu cliente.

9. Loja pronta para vender

Após seguir os sete passos você terá uma loja pronta para vender. No oitavo passo você pôde testar as vendas da sua loja e comprovar como é simples vender com a plataforma Simplo7. 

O layout padrão pode ser alterado de acordo com a sua necessidade. A Monnieri é um exemplo de loja que vende com o layout simples que pode ser criado sem programador. A loja já faturou mais de 800 mil reais em apenas um mês.

Além do tema padrão, é possível comprar um novo tema, na loja de temas.

Além dos temas disponíveis na loja, você pode criar um tema personalizado para o seu negócio. Para isso, basta entrar em contato com a equipe de vendas e solicitar o seu orçamento. Aqui um exemplo de loja com tema personalizado pela equipe da Simplo7:

10. Relatórios de venda

A plataforma disponibiliza algumas forma de visualização rápida de dados e diversos relatórios de venda para que você possa monitorar tudo de perto.

Além de facilitar a visualização, você terá dados para gerenciamento do seu e-commerce de forma facilitada e ágil.

11. Contrate recursos para o Marketing da sua loja virtual

A sua loja virtual não vai vender sozinha. Para ter sucesso nas vendas é necessário contratar recursos que irão ajudar a impulsionar o seu negócio. Integrar a sua plataforma de loja virtual com canais de marketing é uma excelente forma de facilitar a publicidade e propaganda.

12. Expanda os seus canais de venda

Com a Simplo7 é possível vender não apenas na sua loja virtual, mas também integrar a sua loja com diversos canais de venda. Com isso, não apenas uma, mas você pode ter diversas fontes de divulgação e venda dos seus produtos.

13. Loja virtual integrada com mais de 100 recursos

A Simplo7 possibilita que você integre a sua loja com mais de 100 recursos. Dentro das categorias abaixo você encontra dezenas de recursos que podem ser facilmente integrados e usados na sua loja virtual:

  • Produtos
  • Integrações
  • Formas de Envio
  • Formas de Pagamento
  • Canais de Venda
  • Marketing
  • Vendas
  • Aparência
  • Dropshipping

14. Contrate a Plataforma

Após os 30 dias de teste gratuito, é possível contratar qualquer plano da plataforma e aumentar ainda mais a sua performance. Inicie o seu negócio online sem medo e com zero investimento e depois, invista em uma loja virtual realmente lucrativa. Conheça todos os recursos disponíveis na Simplo7 e garanta já a sua loja integrada e lucrativa.

Agora que você já sabe como montar uma loja virtual pela Simplo7 por 30 dias grátis, é o momento de colocar seus planos em prática e começar a vender pela internet hoje mesmo! 

Recomendamos que leia também sobre o comportamento do consumidor online, para que possa elaborar as melhores estratégias de venda para seu negócio.