O dropshipping é um modelo de loja virtual que funciona como uma empresa intermediária entre o comprador e o fornecedor. Nele, o lojista só adquire a mercadoria do fornecedor quando tem um pedido na sua loja, o que remove a necessidade de ter um estoque.

Por conta do seu modo de operação, esse modelo é conhecido por ser uma prestação de serviço, pois são exercidas um conjunto de atividades relacionadas à organização de pedidos, marketing, vendas e atendimento ao cliente.

Mas, antes de se aventurar neste modelo, é fundamental saber como montar uma loja virtual dropshipping de forma que você consiga lucrar com essa operação. Para conhecer tudo que está envolvido na criação deste modelo de negócio, é só continuar lendo este artigo!

O que evitar na hora de vender dropshipping?

Mesmo possuindo um baixo custo inicial, ainda é necessário estudar muito sobre este modelo de negócio para que você comece com o pé direito. Existem uma série de fatores que você conhecerá a seguir, e que podem fazer com que esse formato não dê certo e faça com que o empreendedor perca seu dinheiro.

Escolher o fornecedor errado

Para que a sua loja virtual dropshipping gere lucros, é necessário que você selecione um fornecedor que realmente tenha compromisso e faça muito bem o seu trabalho. E para você conseguir escolher o fornecedor ideal, é importante verificar como ele realiza as entregas

Então além de conferir as resenhas e depoimentos de quem já comprou do seu fornecedor em potencial, considere também fazer um pedido de teste. Dessa forma você terá em primeira mão que tipo de experiência esse fornecedor oferece em seu processo de envio dos pedidos, além de conferir se o produto atende as expectativas.

Tornar-se dependente de um único fornecedor

Por mais que a escolha de um fornecedor de qualidade nem sempre seja uma tarefa fácil, é importante não ficar com um único fornecedor, pois ele sempre pode passar por alguma dificuldade, como ficar sem o estoque de um item que você realizou a venda, ou às vezes sair completamente do mercado de dropshipping.

Nesse caso, é bom seguir um dos principais mandamentos dos investidores: não coloque todos os seus ovos na mesma cesta. Sempre busque variar o fornecedor e ter vários para trabalhar junto, dessa forma se algo acontecer com seu fornecedor principal, você ainda pode fazer as vendas e atender aos pedidos dos clientes com outro fornecedor.

Aqui também é importante ter cuidado com os contratos fechados com os fornecedores. Tenha certeza de que o seu fornecedor principal não possui cláusulas que proíba você de fazer pedidos a terceiros.

Taxas de envio surpresa

Esse fator é muito importante de ser analisado porque ele afeta diretamente os preços que serão praticados na sua loja virtual. Quando você for fazer a precificação do produto, por mais que você não precise manter um estoque ou realizar a fabricação do mesmo, ainda é preciso analisar os outros valores que estão relacionados à venda deste produto.

Um desses valores é a taxa de envio, que é um dos principais motivos que fazem as pessoas desistirem das compras. Mas além do frete, também podem existir custos extras de envio que só aparecem no momento de finalizar a compra.

Por isso é importante que você faça uma compra de teste com o seu fornecedor, pois só assim saberá todo o custo envolvido em fazer aquele pedido.

Nenhum rastreamento pós-compra

Quem compra online fica ansioso para saber onde está o pedido e quando ele vai chegar no seu local de entrega. No entanto, muitos negócios iniciantes de dropshipping presumem que suas interações com o cliente terminam no momento em que clicam no botão de checkout.

E essa falta de comunicação do pós-compra, pode fazer com que seus clientes fiquem com pé atrás e pensem que a sua loja é uma farsa.

Por isso, para o bem do seu negócio, sempre ofereça o rastreamento do pedido, e invista em ferramentas de comunicação que enviem mensagens para os clientes atualizando eles sobre o status de envio do pedido.

Criar mais que uma loja

Essa é uma boa estratégia porque mesmo que você tenha feito seu dever de casa e pesquisado muito bem sobre o nicho de mercado que você escolheu atuar, pode ser que o movimento do mercado se altere e as vendas deste nicho diminuam ou que ele se torne obsoleto com o tempo.

Por isso, é interessante ter uma ou duas lojas adicionais que são diferentes do seu nicho inicial, pois dessa forma você estará investindo mais para que a sua carreira de comércio eletrônico dê certo, além de ter um backup no caso de uma loja fracassar.

Quais são as vantagens de montar uma loja virtual dropshipping?

Iniciar no mercado digital com uma loja no modelo dropshipping pode ser muito vantajoso para empreendedores iniciantes! Abaixo separamos os principais benefícios desse modelo de loja.

Estoque muito grande

No modelo de dropshipping você não precisa montar um estoque permanente, e isso é uma grande vantagem, pois permite que você tenha um grande catálogo de produtos sem precisar investir mais em instalações para isso.

Menos gastos

Sem precisar investir em estoque, fabricação de produtos ou mesmo uma loja física, o modelo dropshipping acaba sendo o que possui o custo inicial mais baixo para poder iniciar as suas operações. Dessa forma você poderá ter mais ganhos em cima de uma venda, pois a manutenção do seu negócio é muito baixa.

Testar novos produtos

Neste modelo é mais fácil para que você possa disponibilizar os produtos que os seus clientes mais pedem, pois para isso você só precisará buscar um fornecedor que realize essa entrega, ou procurar na sua lista de fornecedores aqueles que fazem o envio do produto que os seus clientes estão procurando.

Multiplicidade de renda

Caso você já tenha uma loja virtual que venda produtos que você fabrica, você pode criar uma loja dropshipping e adicionar os seus produtos lá, fazendo com que você consiga trazer visibilidade para os dois negócios e multiplicar sua renda.

Entrar no mercado mais rapidamente

E por último, mas não menos importante, o dropshipping é um dos únicos modelos de loja virtual que permitem uma rápida entrada no mercado, pois tudo o que você precisa ter são fornecedores, a sua loja virtual montada e uma boa divulgação!

Precisa de CNPJ para fazer dropshipping?

No Brasil, a atividade do dropshipping ainda não está regularizada pelos órgãos competentes. Isso não significa que ela é ilegal, e sim que ainda não foram criadas regras para direcionar o modo certo que esse negócio deve funcionar.

Mas isso não significa que você deve atuar nesse negócio sem possuir um CNPJ. Ter um CNPJ mostra que você trabalha como uma empresa, fazendo com que você siga algumas normas básicas de comercialização que garantem que seu negócio não passe por nenhum problema fiscal, e acabe tendo algum prejuízo no futuro por ter que pagar alguma multa.

Além disso, muitas vezes para trabalhar com alguns fornecedores é necessário ter o CNPJ, e quem vende qualquer tipo de produto tanto no online quanto no físico, precisa emitir notas fiscais das vendas, e isso só pode ser feito quando você é uma empresa enquadrada em um dos formatos disponíveis.

Para definir qual é o enquadramento ideal para você, é necessário ver o tipo de fornecedor que você trabalha, se ele é nacional ou internacional.

Um negócio de dropshipping que faz compras de produtos internacionais pode se enquadrar na atividade de intermediadora de importação, que está disponível nos formatos de Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP) ou Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli).

Já quando a loja virtual de dropshipping compra de fornecedores nacionais, ela pode se enquadrar como Microempreendedor Individual (MEI).

Como funciona a logística de uma loja virtual dropshipping?

Toda a logística por trás do funcionamento deste tipo de loja virtual é o principal diferencial entre o modelo dropshipping das outras lojas virtuais. Ele funciona a partir de 3 passos simples, que vão desde o pedido do cliente até ele receber o produto em casa. 

1ª etapa: o cliente faz o pedido

Toda a logística do modelo dropshipping começa com o pedido do cliente. Para o consumidor, essa etapa funcionará da forma que ele já está acostumado a comprar em outras lojas virtuais; ele vai escolher os produtos que quer adquirir, colocá-los no carrinho e finalizar a compra adicionando seu endereço e forma de pagamento.

2ª etapa: o lojista faz o pedido no fornecedor

Depois do seu cliente ter realizado o pedido e ter feito o pagamento com sucesso, você como lojista irá utilizar a parte desse pagamento para ir até a loja do fornecedor e fazer o mesmo pedido, com os mesmo produtos e utilizando o endereço do cliente para que o fornecedor realize o envio.

3ª etapa: o fornecedor realiza a entrega

Por fim, depois de ter feito o pedido na loja do seu fornecedor, ele ficará responsável por embalar o produto e realizar a entrega do pedido no endereço que o seu cliente forneceu para você. O seu único trabalho será o de fornecer o código de rastreamento do pedido ao seu cliente.

Como encontrar fornecedores dropshipping?

O principal fator para ter sucesso com o modelo dropshipping é a escolha ideal de um grupo de fornecedores que vão ter a capacidade de disponibilizar um estoque com produtos de qualidade, e um envio rápido e seguro para seus clientes.

Para ajudar você nessa empreitada, separamos três formas interessantes de você conseguir encontrar os fornecedores ideais para a sua loja dropshipping.

Fornecedores do exterior

A maioria dos lojistas que começam no modelo dropshipping já vão logo comprando de fornecedores internacionais, como o AliExpress ou o eBay, que são opções interessantes pelo baixo preço dos produtos e frete.

Porém essas opções possuem uma entrega muito demorada e algumas vezes podem não ter mais em estoque o produto a ser oferecido. Uma forma de contornar essa situação, é utilizar a suas versões específicas para o modelo dropshipping, como é o caso do AliExpress, que possui o AliExpress para dropshipping.

Mas caso o seu fornecedor internacional não possua uma opção dessas, você pode pesquisar mais sobre ele e ver o que as pessoas falam desse fornecedor principalmente em fóruns e grupos nas redes sociais.

Fornecedores nacionais

Os fornecedores nacionais são uma boa opção porque com eles é possível ter uma entrega mais rápida, o que é interessante para o seu cliente que poderá tanto receber quanto devolver o produto de forma eficaz.

Além da rapidez na entrega, com os fornecedores nacionais fica mais fácil realizar negociações de preço e criar laços mais estreitos de relacionamento por vocês falarem a mesma língua.

Nesse mercado, você também consegue encontrar facilmente fornecedores nacionais que conseguem trabalhar com produtos originados de fabricantes internacionais, fazendo com que você consiga manter uma boa variedade de produtos na sua loja virtual de dropshipping.

Fóruns e grupos

E por último na nossa lista temos a opção de buscar seus fornecedores a partir de fóruns e grupos online. O dropshipping não é um modelo novo, ele existe há diversos anos com várias pessoas trabalhando no meio.

Dessa forma, com o passar do tempo, foram criados diversos grupos em redes sociais ou fóruns pela internet para falar a respeito deste negócio. Lá dentro, você pode encontrar outros lojistas que podem oferecer diversas dicas sobre como montar uma loja virtual dropshipping.

Ao realizar a busca de fornecedores por este canal, você já encontra facilmente a opinião de pessoas que já trabalharam com o fornecedor, onde elas podem dizer como foi a experiência delas e se elas recomendam ele.

Como montar uma loja virtual dropshipping?

Para montar a sua loja, é necessário fazer um bom planejamento e claro, realizar muita pesquisa, porque para que a sua loja virtual dê certo é fundamental analisar bem o nicho de mercado, os concorrentes que existem e os fornecedores que abastecem o nicho.

A seguir, separamos para você um passo a passo bem detalhado de como montar a sua loja virtual de dropshipping e ter sucesso com ela!

1. Defina um nicho de mercado

O primeiro passo a ser dado é escolher o segmento que você vai atuar. Você pode fazer uma lista das categorias de produtos que você mais tem interesse em vender, para depois seguir pesquisando sobre como é vender nesse nicho, se tem bastante demanda de vendas, como as vendas são feitas e que tipo público realiza essas compras.

2. Faça uma análise da sua concorrência

Analise as outras lojas virtuais do mercado e veja o que os clientes falam delas, que tipo de produtos vende, o preço praticado e como elas fazem a divulgação da loja. Guarde todas essas informações, pois você precisará utilizá-las para quando for montar a sua loja.

3. Busque fornecedores

Faça uma busca na internet com palavras-chave como “atacado” ou “distribuidor dropshipping” junto com alguns termos do nicho que você escolheu. Nessa busca tente achar a opinião de outros lojistas sobre a experiência que eles tiveram com o fornecedor, e sempre que puder, compre algo do fornecedor para testar a qualidade do produto e das entregas.

4. Escolha a plataforma

É importante que nessa busca você dê preferência para as plataformas que oferecem recursos especiais para o modelo dropshipping como, por exemplo, as plataformas que realizam a integração de alguns fornecedores como o AliExpress com a sua loja virtual, onde quando o cliente faz o pedido na sua loja, a ordem é automaticamente feita na loja do fornecedor.

5. Defina a forma de pagamento

Aqui você pode utilizar a mesma forma de pagamento que seus concorrentes diretos utilizam, pois seus futuros clientes já estão acostumados com ela. No momento da escolha é importante se atentar às taxas cobradas pela transação e se existe um valor limite de saldo para poder sacar o dinheiro.

6. Crie uma política clara de cancelamento

Esse é um ponto fundamental nas lojas virtuais de qualquer modelo. Deixar uma política de trocas e cancelamento pronta logo no início da sua loja, é algo que vai evitar muita dor de cabeça no futuro. Quando for criá-la, se atende ao Código de Defesa do Consumidor, para que a sua política fique de acordo com os direitos dos seus consumidores no momento de realizar uma compra online.

7. Divulgue a sua loja virtual de dropshipping

O último passo para você montar a sua loja, é realizar a divulgação da mesma! Fale para seus amigos e familiares e invista bastante no marketing, criando redes sociais com conteúdos que gerem bastante engajamento do seu público.

Qual plataforma usar para montar uma loja virtual dropshipping?

Se você já seguiu alguns dos passos acima e está em busca de uma boa plataforma para começar a montar sua loja virtual de dropshipping, saiba que a Simplo 7 pode ajudar você nessa importante etapa!

Com a Simplo 7 você pode criar a sua loja virtual em questão de segundos e aproveitar diversos recursos que criamos especialmente para o modelo dropshipping.

Em nosso arsenal de recursos e funcionalidades, você pode ter o Dropshipping Nacional onde é possível realizar o cadastro de diversos fornecedores e vinculá-los aos seus produtos para que assim quando o cliente realizar a compra o frete seja calculado usando o endereço do fornecedor vinculado.

Outro recurso interessante é a integração da sua loja virtual com o AliExpress, onde toda vez que um pedido for realizado com um produto deste fornecedor, a ordem de compra será efetuada automaticamente!

Esperamos que este conteúdo tenha conseguido orientar melhor você a como montar uma loja virtual dropshipping. Se quiser conhecer mais sobre a Simplo 7, veja todos os recursos que oferecemos para as lojas virtuais!