Se você almeja o sucesso do seu negócio, é necessário aprimorar a sua capacidade de negociação. Essa característica é fundamental para que você tenha êxito em qualquer cenário de disputa, seja na hora de comprar, seja na hora de vender.

O curioso é que a negociação é uma técnica a ser lapidada, ou seja, até mesmo quem não leva muito jeito pode aprender algumas estratégias e habilidades para se tornar um bom negociador.

Adotar algumas recomendações, inclusive, faz toda a diferença para que você obtenha um bom resultado. Pensando nisso, veja a seguir 6 dicas para negociar melhor e ser bem-sucedido.

1. Controle o lado emocional

É perfeitamente comum ficar nervoso em uma negociação importante. O empecilho começa quando a ansiedade, o estresse e a inquietação tomam conta e passam a afetar a tomada de decisão. Portanto, como não é fácil suprimir totalmente esses sentimentos, tente mantê-los sob controle.

O ideal é controlar a respiração e se conter para falar devagar, apresentando o seu ponto de vista com calma. Uma boa dica é conversar durante as refeições (almoço, jantar ou café), pois facilita bastante o processo. Isso porque, enquanto nos alimentamos, nosso cérebro perde a sensação de perigo, o que reduz a sensação de nervosismo.

2. Estude o seu alvo

Um bom negociador sempre estuda o seu alvo antes de fechar um acordo. É importante conhecer o que a outra parte deseja para chegar a um consenso.

Preparar-se adequadamente é muito valioso, pois você consegue descobrir em quais pontos o seu parceiro pode ceder em determinados aspectos. Portanto, estude o mercado e as situações em que o seu fornecedor ou cliente está envolvido para dar mais qualidade à negociação, sem sair no prejuízo!

3. Estabeleça objetivos claros

De nada adianta avaliar a parte contrária se você não estudar também a si próprio. É essencial saber o quanto cada cláusula ou ponto é relevante para você, bem como o que você está predisposto a oferecer em troca.

Muitos negociadores de primeira viagem pensam que, no decorrer de uma negociação, alguma parte deve perder para a outra ganhar. Ledo engano. É crucial que o acordo seja vantajoso para ambos os lados. Portanto, defina limites e metas de antemão para entender até onde você está disposto a ceder.

4. Seja honesto em todo o processo

Alguns negociadores usam a desonestidade, mesmo que passageira, com o intuito de dificultar o diálogo e testar o caráter da outra parte. Não caia nessa tática e use sempre a sinceridade em todo o processo.

Além de isso demonstrar uma boa índole da sua parte, também ajuda a criar uma conexão de confiança (rapport) com a outra pessoa. Ao ser honesto em um ambiente hostil, existem boas chances de que você supere a dificuldade da negociação.

5. Pense além do preço

Se o seu “oponente” não quiser baixar o preço, levante outros fatores que ajudarão a reduzir as suas despesas. Por exemplo, no caso de fornecedores difíceis, você pode pedir descontos para compras em grande volume, melhorias na garantia, envio mais rápido sem custos adicionais, entre outras exigências.

Essa atitude ajuda muito na hora de repor o estoque e evita que o seu e-commerce fique com mercadorias em falta.

Ademais, para obter preços competitivos, negocie com, no mínimo, três fornecedores e os diga que está buscando outras cotações. Deixe claro que você fechará contrato com aquele que oferecer o valor mais tentador. Mas atenção! Preze sempre pela qualidade ao considerar as ofertas.

Esperamos que as dicas discutidas ao longo deste post possam o ajudar a melhorar a sua capacidade de negociação. Com isso, o seu negócio só tem a ganhar, pois você estará devidamente capacitado para enfrentar quaisquer situações e tirar proveito delas.

Gostou deste post? Se você ainda tem dúvidas sobre como melhorar sua capacidade de negociação, utilize o campo de comentários abaixo para enviar sua pergunta!