Você tem o desejo de se tornar um empreendedor de sucesso criando sua loja virtual? Saiba que, para isso, é necessário contar com algumas “ajudinhas” de especialistas, principalmente para quem não tem experiência com tecnologia

Por mais que criar e-commerce pareça uma tarefa fácil, muitos desistem no início dessa empreitada, justamente por não contar com um suporte adequado.

Explicaremos neste post o trabalho de um especialista, bem como os motivos para a contratação destes profissionais e sua importância na criação de um empreendimento sólido, evitando erros desnecessários. 

O que você precisa saber para criar um e-commerce?

Antes de continuar, faremos um checklist para relembrar os aspectos mais importantes que você deve saber para criar seu e-commerce e começar a vender pela internet:

  • saber qual é o seu mix de produtos;
  • definir e conhecer o comportamento do seu público-alvo;
  • definir sua proposta de valor;
  • definir o sistema de logística e de pagamentos;
  • investir em marketing;
  • definir o design;
  • escolher a plataforma adequada.

Não sabe por onde começar? O primeiro passo para fazer a gestão de um e-commerce é elaborar um planejamento. 

Um bom plano aponta tudo o que é preciso para o seu negócio e a falta dele é uma das principais causas de fracasso de empreendimentos. Então, já que você está começando agora deve querer evitar todos os erros já cometidos por outros, não é mesmo?

É importante lembrar que, devido à facilidade de entrada, o mercado virtual tem muita concorrência. Se você quer alcançar o sucesso ao criar e-commerce, é necessário contar com algumas estratégias de diferenciação, como buscar o apoio de especialistas.

Importância do design da loja virtual

Não importa o porte da empresa, se ela está no mercado virtual deve ter um design atrativo para o seu consumidor. Por isso, quanto mais personalizado for seu site, mais seu cliente se identificará com ele.

O design é um aspecto fundamental e que merece a sua atenção na hora de criar um e-commerce. Para oferecê-lo de forma adequada ao cliente, é fundamental conhecer o seu público-alvo.

Especialistas afirmam que não adianta esperar essa personalização das plataformas gratuitas. Elas possuem apenas um design padrão, o que não será um diferencial para a sua loja.

No mercado virtual, ganhar visibilidade online é como fazer o dever de casa, é uma lei de sobrevivência. Lembre-se do ditado: “quem não é visto, não é lembrado”.

Por isso, é muito importante ter cuidado na hora de escolher a plataforma adequada. Não sabe como fazer? Continue a leitura e entenda.

Escolher a plataforma adequada

Muitos empreendedores são levados a contratar uma empresa que cobra “baratinho” e promete uma plataforma simples e fácil de usar. Mas o que se vê no final é esse mesmo empreendedor perdido e sem o suporte necessário, o que acaba emperrando o seu negócio.

A plataforma é o sistema responsável por criar e gerenciar uma loja virtual. É como se fosse a base para um e-commerce. Nela estão disponíveis os produtos, preços, as políticas da loja e todas as outras informações necessárias para uma interface entre você e seu cliente. 

Entretanto, a criação dessa plataforma não é tão simples. Para evitar cair em anúncios enganosos, você deve fazer uma análise criteriosa das empresas e suas promessas. O ideal é contar com um negócio com um bom custo-benefício e que não vai te deixar na mão no momento em que mais precisar.

Outra dica para a escolha de uma plataforma: dê preferência para aquelas que oferecem integração com alguma ferramenta de web analytics, pois são fundamentais para acompanhar os acessos em sua loja virtual.

Isso é importante para mensurar quantas visitas o seu site teve por dia, a taxa de conversão e rejeição e outros aspectos que fazem a diferença para o seu negócio. Vá se acostumando com esse vocabulário do e-commerce!

Você que está começando a entender como funciona esse segmento, agora deve saber de uma informação valiosa, que mudará sua visão em relação à internet: a ideia de que tudo na rede é gratuito é um mito!

É necessário entender que, muitas vezes, optar pelo gratuito acaba saindo mais caro quando se trata de um comércio virtual. Assim como em uma loja física, é preciso investir se quiser crescer e se manter nesse mercado.

Caso seja um empreendedor iniciante nesse segmento, você deve contar com uma empresa que entenda e acompanhe a evolução do seu negócio. Essa parceria fará toda a diferença para que o seu e-commerce seja bem-sucedido.

Existem negócios que ajudam os empreendedores a começar a vender pela internet através da plataforma de loja virtual, respeitando a evolução do seu empreendimento. Isso ocorre com a configuração da plataforma na medida em que o seu e-commerce vai crescendo.

Por que devo contar com o apoio de um especialista em e-commerce? 

Dispor do trabalho de peritos pode ser uma forma de se diferenciar dos concorrentes. Afinal, não adianta você querer fazer tudo sozinho, o sucesso de qualquer negócio passa pelo cultivo de parcerias. 

Para isso, você deve contar com as habilidades de quem entende do assunto e direcionar seus esforços para o seu core-business. Há empresas especializadas em e-commerce que oferecem consultoria e treinamentos necessários para esse mercado.  

Uma das parcerias ideais para criar e-commerce, é aquela feita com a empresa que fará a configuração da sua plataforma. Para gerir a plataforma de uma loja virtual são necessários alguns conhecimentos específicos, então o melhor é deixar nas mãos de quem conhece esse mercado. 

Uma das atribuições desse parceiro será auxiliar na elaboração e personalização do design da sua loja virtual.

O que faz um especialista em E-commerce?

O profissional de e-commerce tem como responsabilidade conhecer profundamente as etapas de compras na Internet, tendo pleno conhecimento acerca do comportamento dos consumidores, no mercado online, e da realização de análises de vendas online

O especialista é responsável também pela elaboração das estratégias e o desenvolvimento de campanhas que serão colocadas em prática pela loja virtual. Tais estratégias são criadas através da análise de dados, para depois serem implementadas, assim como o acompanhamento da experiência dos visitantes, sempre visando o crescimento do e-commerce.   

Em linhas gerais, o objetivo principal é a garantia da qualidade dos serviços ao cliente do e-commerce, além de compreender tudo o que diz respeito ao funcionamento da plataforma.

Planeja e elabora estratégias

Esse profissional é responsável pela criação de um planejamento estratégico, que consiste em todas as ações que o e-commerce irá realizar num determinado período, visando a concretização de uma meta futura.       

Realizar o planejamento e a elaboração de estratégias, auxilia na administração de recursos e do tempo utilizados em cada tarefa, para focar no que realmente é importante em um período ao longo prazo. 

Além disso, é fundamental para compreender as mudanças do ambiente externo e interno, permitindo a visualização dos possíveis problemas que podem ocorrer ao longo do tempo, e para identificar circunstâncias oportunas de negócio.   

A ajuda destes profissionais na realização do planejamento estratégico é fundamental, já que o mercado pode apresentar constantes mudanças.      

Trabalha a  identidade visual da marca

A identidade visual de uma marca é a estruturação de elementos gráficos e visuais, que têm a responsabilidade de criar um ambiente personalizado para o e-commerce, representando a cultura da empresa, seus valores e sua visão de mundo e sociedade.

O reconhecimento positivo de uma marca influencia no sucesso em seu setor de atuação, por isso é necessário que a identidade seja definida, com o objetivo de transformá-la em uma marca única e interessante.    

As características que formam a identidade visual significam muito mais do que um simples cartão de visita. Trata-se da imagem do e-commerce resumida que é apresentada ao mundo. 

Essa imagem deve ser criada com diligência e utilizando uma estratégia de fácil compreensão, para que sua marca ganhe espaço no mercado. Por este motivo é importante que seja pensada e criada por um profissional, levando ao reconhecimento e à valorização da marca, à medida que aumenta sua presença no dia a dia do consumidor.    

Encontra o produto estrela

O produto estrela diz respeito ao principal produto de seu e-commerce, ou seja, aquele com maior volume de vendas e uma margem de lucro significativa. Esse produto pode ser considerado o carro chefe de sua loja virtual. 

O produto estrela funciona também como uma maneira de atrair a atenção dos consumidores para outros produtos dentro da loja virtual, pois estes podem ser atraídos para sua loja em busca de algo específico, mas acabam encontrando outros produtos, o que se torna também uma maneira de divulgação do e-commerce

Assim, garantindo o lucro da loja virtual, o produto estrela acaba por oferecer a oportunidade de venda de outros produtos com uma saída menor.   

Melhora a performance no marketplace

O especialista de e-commerce usa estratégias e métodos específicos para plataformas de marketplace, fazendo com que sua performance melhore significativamente.      

A identificação dos produtos com mais relevância e competitividade é uma das principais estratégias usadas por profissionais de e-commerce, pois a alta competitividade dentro do ambiente do marketplace, requer que seu produto estrela seja identificado e bem trabalhado. 

A realização de uma análise minuciosa da concorrência, bem como do perfil do marketplace, quando feita por um especialista, tem a capacidade de determinar os produtos que têm o melhor desempenho na geração de tráfego para seu negócio. 

Otimiza o SEO da loja virtual

Um especialista em e-commerce consegue otimizar o SEO da loja virtual, ou seja, criar estratégias para engajamento do site, redes sociais e blog, fazendo-os se destacarem nos principais buscadores, como o Google  

Isso não quer dizer, que seu trabalho se limite somente a fazer com que um site tenha destaque nas SERP, este profissional tem o dever de ir além e priorizar as partes estratégicas do SEO

Não basta somente  um rankeamento favorável, é preciso que as pessoas certas encontrem sua loja. Entre as principais funções de um profissional de e-commerce está a detecção destas demandas específicas. 

Cria campanhas que vendem

A criação de campanhas tem como objetivo o aumento do alcance de uma loja virtual, o que acarreta no aumento das vendas. No mercado do comércio digital, as campanhas são fundamentais para a prospecção de clientes e também essenciais para fidelizá-los

Com a ajuda de um especialista em e-commerce, tais campanhas podem ser criadas e articuladas baseando-se em estratégias mais competitivas, que vão de encontro às atuais demandas do mercado.

Quando as campanhas não alcançam as expectativas esperadas, é por falta de conhecimento do modelo ideal para a realidade de cada loja virtual, ou seja, a identificação do público alvo, bem como a segmentação deste corretamente.  

Cria novas estratégias de venda

Primeiramente, o conceito de estratégia diz respeito às táticas que um e-commerce utiliza para a construção de sua marca, geração de vendas e aumento de sua receita.

É realizada uma soma de processos, que abrange pesquisa, qualificar os potenciais clientes e medidas para gerenciar contas. Ou seja, todo o empenho despendido para o fechamento de mais negócios e realizar com que os clientes comprem seus produtos ou contratem seus serviços.

Desenvolve uma base sólida e lucrativa

A realização de vendas esporádicas que estejam acima da média, pode não ser algo considerado ruim. Afinal de contas, que e-commerce não almeja obter picos de vendas em sua loja virtual? 

Porém, essas altas pontuais não garantem uma base sólida e lucrativa para um negócio. É necessário possuir uma base com clientes fidelizados e que compre com uma certa recorrência na loja virtual.

Para desenvolver este trabalho é necessário criar um relacionamento com o cliente. Por este motivo, o auxílio de um profissional de e-commerce pode ser de grande ajuda para sua empresa, no estabelecimento de práticas mais adequadas, no que diz respeito à maneira de lidar com o público. 

Acompanha usabilidade

A usabilidade diz respeito ao desenvolvimento de uma sua loja virtual baseado nas experiências de compra do consumidor. Isso significa que a loja virtual tem como objetivo facilitar com que o cliente encontre o produto que procura e conclua sua compra sem qualquer dificuldade. 

Isso se dá através do desenvolvimento e melhoramento dos processos de criação de uma interface interativa, simples, rápida e fácil. 

Garante a boa experiência do usuário

Garantir uma boa experiência do usuário abrange todas as formas de como este irá interagir com determinada marca. 

Para proporcionar uma experiência satisfatória e completa ao consumidor, além da qualidade dos produtos, é necessário pensar e desenvolver o site em uma plataforma que tenha todas ferramentas e recursos para que isso ocorra.  

Na loja virtual, isso significa despender maior dedicação no desenvolvimento de uma presença digital coerente, atrativa e acessível, adaptando o fluxo de interação aos comportamentos do consumidor.

Analisa concorrentes

Analisar a concorrência consiste no estudo e monitoramento regular das empresas que ofertam produtos parecidos ou iguais aos seus.

Esse tipo de estudo pode ser realizado em diferentes aspectos. Por exemplo, os preços, as ações de marketing, a experiência do cliente, entre outros. 

Para realizar a análise da concorrência, o profissional de e-commerce verifica o posicionamento da sua marca no mercado em relação a outros e-commerces que  competem pelo mesmo público que o seu.
A partir daí, é possível identificar o que os diferencia, quais os pontos fortes e o que precisa ser melhorado em sua marca em relação aos concorrentes, tornando-a cada dia mais competitiva.

Implementa o plano de ação

Um plano de ação trata-se de uma ferramenta que projeta uma metodologia para alcançar objetivos. Na maior parte das vezes,  é colocado em prática para a gestão estratégica do e-commerce, isso quer dizer planejar as ações para alcançar os objetivos, prazos e cronogramas de cada uma das tarefas.

O plano de ação também analisa os recursos financeiro e humano, mapeando todo o caminho que o e-commerce deverá atravessar para alcançar o ponto esperado. 

Toma decisão para o desenvolvimento do negócio

Deter informações é um ponto fundamental para que melhores decisões sejam tomadas. Mas em muitos casos, apenas isso não é o bastante para atingir os resultados previstos. 

E são nesses momentos onde a ajuda de um profissional de fora, com uma visão geral da empresa, se faz necessária. 

Esse especialista pode analisar o momento atual da economia do país e as propensões de mercado e, através de seu aconselhamento, os gestores podem tomar decisões mais assertivas.   

12 dicas de especialista em e-commerce para ajudar nas vendas

No mundo atual do comércio eletrônico, existem dezenas de maneiras de escalar. Enquanto algumas empresas se concentram em itens de alta renda, outras se preocupam em dominar categorias de produtos hiper específicos, e nenhuma delas é necessariamente certa ou errada.

Trouxemos 13 empresários do e-commerce para mostrar suas melhores respostas. Aqui estão dicas que podem ajudar a revolucionar sua estratégia de comércio eletrônico.

1. Pense como um cliente

Katie Melissa  é uma especialista em comércio eletrônico que se concentra em categorias de produtos como relógios e óculos de sol. Ela tem um bom olho para design.

Melissa diz que você precisa se treinar para pensar como um consumidor, porque não importa o que você gosta, mas o que o cliente quer. 

Ela acrescenta que você deve criar seu inventário em torno do que está vendendo, para que não acabe com um acúmulo de pedidos não cumpridos.

2. Interligue seu e-mail e social

Frank Hatchett é o homem por trás do Online Dimes, um recurso incrível para empreendedores que buscam entender as principais estratégias de crescimento do comércio eletrônico. 

Ele também dirige um enorme grupo de 20.000 pessoas no Facebook, o Online Samurais, que explora todas as facetas do marketing online – incluindo como as pessoas ganham dinheiro distribuindo produtos gratuitos.

Sua dica para os empresários é a segmentação cruzada por meio do Facebook e do e-mail. Quando você pode entrelaçar o e-mail e a rede social, muitas vezes é possível ter uma taxa de conversão mais alta. Por exemplo, quando você está direcionando tráfego frio no Facebook, é preciso ter uma opção de redirecionamento configurada para que as pessoas possam se familiarizar com sua empresa.

3. Aprenda fazendo

Richard Lazazzera  é um ex-membro da equipe de crescimento da Shopify e agora administra a Better Lemonade Stand, um dos recursos mais populares para os empresários, hoje. Ele também ensina através de seu programa, Build Launch Grow .

É preciso se concentrar em aprender fazendo. Muitos empreendedores iniciantes pensam muito antes de começar. O fracasso cria a oportunidade de aprender e cada falha é um passo à frente.

4. Maximize o e-mail para converter clientes

Susan Bradley é uma empreendedora de e-commerce experiente, que aprendeu escalabilidade através de sua loja, Wee Squeak . Ela também dirige o The Social Sales Girls , um programa que ensina e-commerce.

Bradley defende a utilização de email para converter clientes. A geração de leads é uma parte crucial da estratégia de e-mail e, para impulsionar sua lista de e-mail, geralmente é bom usar ímãs de leads.

5. Use (e maximize) uma abordagem de funil

Terry Arsenault administra algumas lojas de comércio eletrônico, como a Leafwood, enquanto lidera uma agência de marketing digital, a Shopidd. Ele também iniciou o Shopify Ecommerce Group no Facebook, que tem mais de 10.000 membros.

Dan Dasilva é um empresário de e-commerce que administra o Ecom Dudes, um dos melhores recursos de comércio eletrônico atualmente. Ele administrou várias lojas e agora treina mais de 4.000 alunos através de seus programas.

Arsenault e Dasilva dizem que é importante para os empreendedores adotarem uma abordagem de funil, o que significa que você precisa saber quem é seu avatar de cliente, mapear seu funil e subir sua escada de valor para fazer uma venda. Muito poucos clientes farão uma compra na primeira interação com sua marca.

6. Encontre um sistema de back-end que possa crescer com você

John Hutchison dirige o Ecom Convert, bem como alguns aplicativos do Shopify, como o Trackify. Sua especialidade está na criação de funil e otimização de conversão.

Hutchison recomenda que os empreendedores encontrem um sistema backend que possa crescer com eles. Você também precisa se concentrar em conversões. 

Assim que tiver um cliente, descubra como você pode ganhar mais dinheiro com ele.

7. Mapeie a jornada de um cliente

Catherine Howell dirige uma das principais agências de criação de funis, a Eight Loop Social, enquanto  também administra um incrível grupo de hack de anúncios do Facebook.

Howell diz que você deve mapear a jornada de um cliente desde a primeira vez que ele vê seu produto até o e-mail que recebe depois de concluir uma compra. Conhecer os pontos de contato de sua marca será essencial para o sucesso

8. Vender de uma maneira única

Ashley Wright é uma empreendedora que administra algumas lojas enquanto gerencia um próspero grupo Facebook Ads & Shopify Strategies.

Wright diz que você deve explorar o ângulo que usa para vender seus produtos. Tente vender de uma maneira única, encontrando um público exclusivo para esse produto. Isso pode diminuir os custos de publicidade no Facebook.

9. Encontre o produto certo/ajuste de mercado

Dave Hermansen é um dos fundadores do Store Coach, um programa que ajuda as pessoas a iniciarem suas próprias lojas online. Ele também criou várias empresas vendendo mais de US$ 200.000,00 via Flippa. 

O conselho que o Store Coach dá a muitos de seus alunos, gira em torno de encontrar um nicho vencedor. Isso significa que você precisa encontrar um produto e um ajuste de mercado que converta bem. 

Eles também enfatizam a venda de itens mais caros, já que é mais difícil fazer volume de vendas. Se você vender alguns itens de tickets mais altos por mês, nem sempre precisará vender tanto.

10. Mantenha-se sempre atualizado

Sebastian Gomez é um dos principais especialistas em comércio eletrônico do mundo, focado no dropshipping.

Sua dica principal? Fique sempre atualizado. Você não pode simplesmente definir um anúncio e não otimizá-lo. Sebastian verifica seus anúncios ao longo do dia e otimiza aqueles que não estão acontecendo, isso permite que ele seja escalado rapidamente.

11. Use anúncios em vídeo no Facebook

Lawrence Aponte tem uma história incrível, que o ajuda a inspirar outros através de seu próprio programa de coaching.

Lawrence se concentra em como os anúncios em vídeo estão tomando lugar e garante que todos os seus alunos utilizem no Facebook. Em seguida, ele recomenda que os empreendedores do comércio eletrônico direcionem as pessoas que interagiram com essas propagandas, por meio de imagens exclusivas de produtos.

12. Teste os anúncios que obrigam as pessoas a comprar

Anthony Mastellone é um empresário de comércio eletrônico que se concentra na criação de ferramentas de software que facilitam a vida de um proprietário de loja. Ele treina as pessoas no Shopify através de seu grupo no Facebook .

Sua principal dica para os aspirantes a empreendedores do comércio eletrônico, é testar anúncios que obriguem as pessoas a fazer uma compra. Isso pode significar criar urgência com um anúncio ou parceria com um influenciador que impulsione seu produto. 

Ele também diz que um relacionamento com o cliente nunca termina, e é por isso que você deve estar sempre vendendo em lote para seus clientes.

Você já sabe o que é preciso para criar e-commerce e também que é fundamental confiar em uma empresa especializada para dar todo o suporte necessário em relação a sua plataforma, não é mesmo? Então, não perca tempo! Siga as nossas dicas e tenha sucesso no mercado virtual!

Agora que você entende qual a importância em contratar especialistas para criar o seu e-commerce, que tal entrar em contato com a gente e criar sua loja virtual de forma simples e em segundos?