Todos sabem que para fazer uma boa compra online, é necessário muita pesquisa. Precisamos conhecer melhor a qualidade do produto, os descontos oferecidos, o preço praticado e, principalmente, o frete para e-commerce.

É possível ver nitidamente que as lojas virtuais que oferecem as melhores condições de frete como, frete grátis, com desconto ou personalizado conseguem se sair melhor nas vendas online, e conquistar mais clientes com um frete para e-commerce mais atrativo.

Isso acontece porque o cliente não vê valor em ter que pagar pelo frete no momento de finalizar a compra. Muitas vezes, pode ocorrer do frete ser até maior que o valor do produto, e na mente do consumidor ele pensa que poderia estar investindo esse valor comprando mais produtos para si, do que pagando pelo serviço de frete para e-commerce.

Mas por outro lado, os lojistas sabem que esse custo existe, e ficar oferecendo frete gratuito para todos nem sempre é a melhor decisão para o faturamento e lucro da empresa, fazendo com que seja algo realmente inviável para um negócio que está crescendo.

Entretanto, o lojista precisa agradar o seu cliente se quiser que ele finalize uma compra e continue comprando, e muitas vezes alterar a forma em que o frete para e-commerce é praticado no seu negócio, é uma maneira de fazer o consumidor comprar.

Por isso, neste guia você aprenderá mais sobre como aprimorar o frete para e-commerce que você oferece, e escolher a opção que será atrativa para o consumidor e que vai fazer com que a loja virtual cresça no mercado!

Como funciona a política de frete para e-commerce?

Uma das primeiras ações que o lojista precisa fazer quando tem o objetivo de melhorar o frete para e-commerce, é criar ou alterar a política de frete que está sendo utilizada no momento, pois é ela quem vai ditar as regras de como a sua entrega vai funcionar, de forma que o cliente fique ciente disso.

A política de frete para e-commerce nada mais é do que um documento que a sua loja virtual desenvolve para explicar aos seus clientes como funciona o processo de envio dos pedidos comprados na sua loja.

Esse documento apresenta os procedimentos que a sua loja virtual pratica ao realizar o frete para e-commerce, e geralmente fica dentro de uma página de fácil acesso, colocada no rodapé ou no menu principal do site da sua loja. Dessa forma, o cliente consegue encontrá-la facilmente e ver como a sua loja realiza o frete para e-commerce.

Muitas vezes, essa política também pode ser encontrada em uma página de termos e condições de compras da loja, ou então pode estar junto da política de trocas e devoluções.

Mas o lojista tem toda a liberdade para adicionar a política de frete para e-commerce no local que ele acredita ser mais fácil para o cliente acessar, o importante é ter essa política criada.

A política de frete para e-commerce é uma forma de segurança tanto para o lojista quanto para o cliente, pois dessa forma o lojista consegue se proteger de danos e processos gerados por conta do envio, já que ele deixa explícito e acessível como ele é feito.

E também garante ao cliente que a loja em que ele está comprando é séria, e se preocupa em realizar um ótimo envio dos produtos.

Nesse documento, ficam contidos as informações mais essenciais do processo de envio dos pedidos, como:

  • lista das transportadoras utilizadas para realizar as entregas;
  • prazo de envio dos pedidos após a confirmação de pagamento;
  • orientações para o cliente em caso de mudança de endereço;
  • procedimento que o cliente deve adotar em caso de atrasos na entrega;
  • outras informações em relação a logística da sua loja virtual.

Quando for adicionar as informações, é importante que elas sejam escritas de forma clara e concisa, para que o consumidor entenda a forma em que o frete para e-commerce é realizado e não gere mais dúvidas para ele.

Quais são os tipos de frete para e-commerce?

Com as compras online se tornando cada vez mais populares, as empresas resolveram aproveitar essa movimentação e criar diversas formas de trabalhar realizando a entrega dos pedidos feitos nas lojas virtuais.

A partir disso, surgiram vários tipos de frete para e-commerce que os lojistas podem escolher para realizar a entrega das suas vendas, de forma que não afete seus orçamentos e promova um crescimento no seu faturamento.

A seguir mostramos a vocês os 6 tipos de frete para e-commerce mais utilizados pelos lojistas, e que você pode aplicar na sua loja virtual para ajudar a captar mais clientes e aumentar as suas vendas!

Frete grátis

Essa modalidade de frete para e-commerce é de longe a mais preferida dos consumidores, que até se adiantam para aproveitar as compras nas lojas que oferecem o frete gratuito.

Como falamos antes, o seu consumidor não vê muito valor no frete do pedido, pois acredita que poderia estar investindo esse dinheiro na compra de mais produtos para utilizar quando chegar em sua casa.

Por conta disso, as lojas que oferecem frete grátis conseguem ver as vendas aumentarem consideravelmente. Mas, quando for aplicar esse formato de frete para e-commerce, é importante se atentar que nesse caso, o próprio lojista precisa custear o envio do produto.

Sendo assim, é preciso analisar bem a estratégia e dar preferência na aplicação de frete gratuito somente nos produtos que possuem uma margem de lucro maior, para que essa modalidade de frete para e-commerce não traga prejuízos ao negócio.

Você pode começar aplicando ela em somente alguns períodos do ano que você percebe que as vendas são baixas, ou então somente em uma categoria específica de produtos que possuem uma boa margem de lucro.

Preço fixo

A modalidade de frete para e-commerce de preço fixo é utilizada para aplicar um valor único no envio de todos os pedidos da sua loja virtual. Muitos lojistas aproveitam esse tipo de frete para definir valores fixos com base na região em que o pedido será enviado.

Para definir o valor fixo do seu frete para e-commerce, você deve analisar algumas variáveis importantes que definem o valor que as transportadoras praticam como, volume do pedido, peso e distância a ser percorrida. Por causa dessa última variável, esse modelo de frete acaba sendo muito praticado de acordo com a região que ele será enviado.

Você pode usar essas variáveis no seu cálculo de frete para e-commerce para definir um valor fixo que seja justo para a sua loja virtual, e também para os seus clientes.

No entanto, como essas variáveis mudam bastante de pedido para pedido, pode ser que o lojista ainda tenha que arcar com o valor do frete, porém em uma pequena parcela dele e não com o valor cheio como ocorre no frete grátis.

Frete por região

Já o frete por região é uma modalidade de entrega que o valor do frete é definido de acordo com a região onde ele será enviado. Diferente dos modelos anteriores, este tipo de entrega é totalmente pago pelo cliente.

O valor final do frete é definido quando a pessoa insere o seu CEP no momento de concluir a compra. Dessa forma, a plataforma da loja virtual consegue identificar o local em que a pessoa está e assim calcular o frete de acordo com essa região.

Geralmente os consumidores que moram nas capitais e regiões metropolitanas acabam sendo os mais beneficiados por esse tipo de frete, pois ele fica mais barato por estar perto dos grandes centros de distribuição. Já as cidades do interior acabam pagando um valor maior, pois ficam mais distantes.

Sabendo disso, o lojista precisa analisar se essa é a melhor opção de frete para e-commerce. Se a maioria dos seus clientes moram em regiões metropolitanas e capitais, essa opção pode lhe cair bem. Mas caso o seu público se concentre em cidades do interior, pode ser mais interessante optar por outras formas de frete.

Frete com Desconto

Essa modalidade de frete é bem interessante tanto para o lojista que consegue otimizar suas vendas e promover maior giro de estoque, quanto para o consumidor que enxerga esse tipo de frete como algo muito atrativo.

O frete com desconto é quando o lojista define um valor mínimo de compra para que o cliente tenha direito a um frete mais barato ou ao frete grátis. Você já deve ter visto uma chamada assim em um e-commerce “Compras a partir de R$250,00 tem frete grátis”, ou outra parecida, que indica que essa modalidade de frete está sendo aplicado.

Geralmente o custo desse tipo de frete para e-commerce é compartilhado entre cliente e lojista, fazendo com que fique algo atrativo para os dois. Quando for se planejar para adicionar esse modelo, é importante se atentar ao custo do envio de diversas regiões e criar algo que seja atrativo, mas que não o faça perder o lucro.

Frete por Subtotal

Esse tipo de frete é interessante para manter um preço justo, pois ele leva em consideração as variáveis de peso e volume do pedido a ser enviado. O frete por subtotal é um tipo que é calculado somente no final da compra, onde ele é definido a partir de uma porcentagem do valor total do pedido.

Por exemplo, com ele é possível definir que o frete da sua loja virtual custará 10% do valor do pedido. Nesse caso, se um cliente fechar uma compra que dê R$100,00, ele terá que custear um frete de R$10,00.

Essa é uma forma de entrega interessante, pois dessa maneira, o valor do frete nunca vai superar o valor total do pedido, se tornando algo muito atrativo para o cliente. Mas pode acontecer do lojista precisar arcar com o valor do frete em alguns pedidos menores, por exemplo.

Por isso é importante pensar bem na hora de definir o valor da porcentagem que será cobrada do frete, e optar por um valor que não deixe o seu negócio no prejuízo.

Frete Personalizado

Por último temos a modalidade de frete personalizado, que permite que o seu cliente ou vendedor personalize a forma que o pedido será enviado.

Essa opção é interessante pois permite utilizar todas as opções acima, e aplicar elas nos pedidos que fazem mais sentido para o consumidor. Por exemplo, em um pedido de R$500,00 pode não ser muito interessante para o cliente aplicar um frete por subtotal, então ele pode escolher o frete com desconto ou por região.

Isso dá mais liberdade para o cliente e o lojista, que poderá ofertar diversas modalidades de frete de forma que sempre agrade o seu consumidor final e consiga trazer lucro para a loja virtual!

Como cobrar o frete do cliente no e-commerce?

Agora que você já conhece as principais modalidades de frete para e-commerce, chegou o momento de conhecer melhor sobre as formas que a sua loja virtual pode realizar a cobrança do frete para o cliente.

A cobrança do frete para e-commerce será diferente para cada modalidade de frete que você escolheu trabalhar, sendo que em cada uma delas é possível aplicar estratégias que facilitem a cobrança. Abaixo mostramos a você sete formas de cobrar o frete do cliente diretamente da sua loja virtual!

1. Frete variado por prazo de entrega

Neste tipo de cobrança de frete para e-commerce, o valor é definido pela variável de tempo de entrega. Todos os envios realizados pelos e-commerce possuem um prazo máximo para chegar até o endereço do cliente, e algumas lojas utilizam isso para definir o valor.

O frete variado por prazo de entrega geralmente é mais caro para os prazos mais curtos, pois exige um trabalho maior da equipe de logística. Já os prazos mais longos costumam ser mais baratos, pois não exigem novos trabalhos ou procedimentos para realizar o envio.

Esse modelo de cobrança é utilizado em pequenos e grandes e-commerces. A Amazon, por exemplo, é um grande e-commerce que faz uso desse tipo de cobrança.

2. Frete grátis para todas as compras

Esse tipo de cobrança é utilizado junto da modalidade de frete gratuito, onde em todos os pedidos realizados na loja virtual, o valor total do frete é grátis para o cliente, sendo que a pessoa que paga esse valor é o próprio lojista.

Esse modelo geralmente é aplicado por um tempo limitado nos e-commerces para não causar muito prejuízo, por isso é importante pensar bem antes de aplicá-lo na sua loja virtual, e criar estratégias que façam com que o negócio não perca ao realizar essa modalidade de cobrança.

3. Frete promocional com cupom de desconto

Com essa modalidade de cobrança de frete para e-commerce, o lojista pode criar uma promoção onde o cliente recebe um desconto no valor do frete do seu pedido. Ele é geralmente aplicado na primeira compra, com o objetivo de fazer o cliente finalizar o pedido, ou na segunda com o objetivo de fazer o cliente continuar comprando da sua loja virtual.

Aqui o lojista não precisa arcar com o valor total do frete, mas somente uma parcela dele, sendo uma opção boa para o empreendedor que quer oferecer algo mais atrativo para o seu cliente, mas não tem a possibilidade de custear tudo, pois isso causaria prejuízo.

4. Frete grátis em compras a partir de determinado valor

Essa modalidade de cobrança de frete para loja virtual anda junto com o modelo de frete com desconto, onde a partir de um valor mínimo de compras, o cliente pode finalizar o seu pedido sem pagar pelo frete.

Por mais que ela seja muito atrativa para o cliente, e faça o lojista conseguir aumentar o ticket médio dos pedidos, é importante se atentar ao valor do frete já que ele vai ser custeado pela loja. Verifique se nessa opção, o valor a mais gasto nos pedidos vale a pena para a loja arcar com o custo do frete.

5. Frete fixo em todas as compras

Já na modalidade de frete fixo, o lojista realizará a cobrança de um valor fixo para todos os pedidos feitos na sua loja virtual. Nesse modelo de frete para e-commerce, a loja virtual terá que arcar com o valor do frete, mas será apenas uma parte dele e não o valor cheio.

6. Diferentes valores de frete por região

Na modalidade de diferentes valores de frete por região, o valor do frete é cobrado de acordo com o endereço adicionado quando o cliente finaliza a compra, onde a plataforma vai calcular o valor dependendo da região onde o cliente está.

Esse modelo de cobrança pode ser interessante para o lojista que não precisará arcar com o valor de frete, mas deve se atentar ao local onde a maioria dos seus consumidores fica, para não colocar um valor muito alto para essa região.

7. Frete personalizado para diferentes tipos e compra

Por último, temos o modelo de cobrança personalizada, onde o cliente ou o vendedor que escolhem o tipo de frete também acabam escolhendo a forma de cobrança a ser realizada.

Essa opção pode juntar todas as outras em uma só, onde é possível escolher a melhor forma de cobrar do cliente a partir do tipo de pedido que ele fez na sua loja. Isso é interessante pois permite a escolha de algo atrativo para o lojista e o consumidor.

Quais recursos usar para oferecer frete na Simplo 7?

A Simplo 7 é uma das melhores plataformas de loja virtual, onde você pode criar o seu negócio digital em apenas alguns segundos, e aproveitar toda a gama de recursos que oferecemos para deixar a loja profissional, sem abrir mão da simplicidade!

Na nossa plataforma possuímos mais de 20 formas de realizar a entrega dos pedidos da sua loja virtual, todos pensados em agradar o seu cliente e oferecer a ele algo atrativo, enquanto fazemos com que o lojista cresça a sua loja online! Lá você encontra recursos para oferecer:

  • frete gratuito;
  • retirada do pedido na loja;
  • frete por subtotal;
  • entrega de motoboy por região
  • frete personalizado;
  • regras avançadas de cálculo de frete;
  • frete grátis com cupom de desconto;
  • e muito mais!

Além das diversas possibilidades de oferecer um frete atrativo ao seu cliente, com a Simplo 7 você também tem acesso a integrações nativas com diversas transportadoras conhecidas no mercado, como os Correios, Melhor Envio, Mandaê, JadLog e diversos outros!

Também possuímos um gateway de fretes, que permite que a sua loja virtual seja integrada com qualquer outro sistema que você utilize para realizar o transporte dos pedidos até a casa dos seus clientes!

Fazendo parte da Simplo 7 você pode ir além de oferecer o melhor frete para e-commerce, mas também contar com mais de 100 integrações disponíveis que permitam que a sua loja seja turbinada e se expanda com facilidade! 

Se você quer promover o crescimento do seu negócio e contar com soluções inovadoras, venha conhecer mais sobre a Simplo 7!