A rotina de trabalho de um comércio eletrônico começa muito antes de um cliente comprar no site e termina bem depois dele receber a encomenda em casa. Embora muita gente não saiba, vender online envolve muitos fluxos, como a gestão de estoque, as estratégias de divulgação e de venda, o contato com transportadoras e o controle financeiro. 

Mas como é possível dar conta de todas essas etapas? Com muita organização e responsabilidade! A boa notícia é que a tecnologia também pode ajudar quem empreende online. E é disso que falaremos aqui! Se você quer saber sobre sistema de vendas online e entender quais são os benefícios do ERP integrado, siga em frente! 

Importância do sistema de vendas online

Antes de aprofundarmos sobre o sistema de vendas online, é importante esclarecer o que esse termo significa. Quando falamos em sistema para as vendas em lojas virtuais, nos referimos a um software que ajuda o empreendedor a dar conta das tarefas da sua empresa. Assim, ele consegue gerenciar o tempo focando no que realmente importa. 

Benefícios do sistema de vendas online

Sem dúvidas, um sistema de vendas integrado oferece uma série de benefícios para o negócio. Em primeiro lugar, o gestor do e-commerce não precisa desempenhar tarefas de forma manual, fazendo com que sobre mais tempo para aquelas funções que realmente precisam da sua presença e, além disso, reduzindo o risco de erros.

Outro ponto importante da automatização do sistema é o ganho com a organização, uma vez que todas as tarefas desempenhadas ficam registradas de forma padronizada, o que facilita o fluxo entre os setores. Assim, o gestor poderá consultar o histórico da empresa sempre que precisar, podendo, inclusive, ter insights para campanhas a partir dos registros.  

Como funciona um sistema de vendas online?

Mas como esse sistema funciona? Essa é uma dúvida frequente, já que muitos empreendedores acreditam que somente grandes lojas do varejo contam com sistemas automatizados. No entanto, esse tipo de software também pode oferecer benefícios para os negócios menores.

Vamos lá: o sistema de vendas é um software que costuma ser adotado por todos os setores da empresa. Cada área registra as movimentações referentes ao seu setor, centralizando os dados e permitindo que os demais colaboradores acessem as informações atualizadas. 

Como criar um sistema de vendas online?

Existem alguns pontos que devem ser pensados na hora de criar um sistema de vendas eficiente para o seu e-commerce. Quando falamos nisso, estamos nos referindo a etapas que precisam ser definidas de forma estratégica, aumentando as possibilidades de impactar o cliente e transformar os acessos em vendas. Confira aqui:

1. Defina o seu preço

Os preços praticados por um comércio eletrônico precisam ser definidos de forma estratégica, levando em consideração o valor de compra, os custos com o e-commerce e o lucro. Além de aplicar essa lógica, é fundamental analisar a concorrência e conferir se os valores praticados pela sua loja vão de encontro aos que adotados pelo mercado.

2. Crie uma estratégia de marketing

A estratégia de marketing é fundamental para a divulgação do seu produto para o público-alvo a quem o seu negócio realmente se destina. É nessa etapa que a presença nas redes sociais e a linguagem da marca devem ser estruturadas, criando uma identidade consistente para a empresa.

3. Determine meios de pagamentos seguros

A confiança que será construída com os consumidores passa por todos os setores do negócio, entre eles o pagamento. É fundamental que seu e-commerce ofereça formas de pagamento variadas e seguras, demonstrando que o cliente pode concretizar a compra sem nenhuma desconfiança. Ter um site seguro também é essencial para crescer online. 

4. Mantenha o controle

Todo negócio precisa controlar o fluxo entre os setores, assim como os valores referentes a entradas e saídas do caixa. Sem isso, o risco de atrasar as encomendas, de ficar sem estoque e/ou de enfrentar problemas financeiros é grande. Vale lembrar que esse controle precisa ser feito mesmo quando a empresa é pequena. Não espere crescer para dar conta.

Quais recursos considerar para a aquisição de um sistema automatizado?

Já deu para entender que um sistema automatizado pode somar bastante para a saúde do seu negócio, não é mesmo? Esse tipo de software tem muito a contribuir para a organização e para o direcionamento de recursos de uma empresa. Mas você sabe o que é necessário levar em conta na hora da escolha? Veja os itens a seguir:

Controle de estoque

O controle de estoque ajuda o empreendedor a entender em que momento deverá solicitar a reposição de produtos com o fornecedor e qual deverá ser a quantidade do pedido. Um sistema automatizado facilita esse trabalho, uma vez que a cada venda, o sistema é atualizado com a quantidade de cada produtos disponível. 

Controle de vendas

O controle de vendas é importante para que o gestor de loja virtual possa controlar os números do mês e, inclusive, comparar com os meses ou estações anteriores. A partir dessas informações também é possível entender quais são os produtos mais vendidos em cada época do ano e ter ideias para campanhas sazonais. 

Controle de caixa

A importância do controle de caixa é incontestável, né? No entanto, muitos empreendedores se perdem nessa tarefa. Um sistema automatizado permite o registro de todas as saídas e entradas de dinheiro na empresa, fazendo com que o cálculo seja exato e que possa ser acompanhado diariamente.  

Cadastro de fornecedores

Dependendo do segmento do e-commerce, poderá ser necessário lidar com muitos fornecedores! E não estamos falando só do produto, mas também de empresas que trabalham com embalagens, cartões de visitas, adesivos, etc. Centralizar esses contatos é essencial para agilizar o fluxo de orçamentos e de pedidos.

Emissão de nota fiscal

Aqui está outra vantagem de contar com um sistema integrado. Com ele, é possível fazer a emissão da nota fiscal a partir dos dados fornecidos pelo cliente na hora da compra, com o cálculo dos impostos realizado de forma automática. Além disso, todas as informações ficam registradas na plataforma, facilitando as futuras consultas.

Gerenciamento de vendas

O gerenciamento de vendas permite consultar em cada etapa cada encomenda está. Afinal, existe bastante trabalho entre o pedido ser realizado e ser enviado para o endereço do consumidor. Quanto mais ágil for esse fluxo, maiores são as chances de o cliente ficar satisfeito.

Integração com Correios

A integração com os Correios pelo sistema SIGEP Web permite gerar o código de barras e cadastrar as encomendas antes mesmo de levá-las à agência postal. Além disso, é possível imprimir a etiqueta para incluir na embalagem, reduzindo o tempo gasto na sede dos Correios. 

Registro de boletos

Quem trabalha com e-commerce sabe que cada emissão de boleto é um frio na barriga… Com a função de integração dos boletos, o empreendedor consegue enviar o documento para os seus clientes e ter controle sobre os pagamentos realizados. 

Aquisição de certificado digital

O certificado digital é essencial para quem trabalha com vendas online, pois permite a emissão de notas fiscais eletrônicas, assim como possibilita a adesão ao cartão Correios Fácil. O sistema automatizado facilita esse processo de solicitação e emissão do certificado.

Integração logística

A integração logística permite que o gestor possa cotar preços e prazos de frete com transportadoras, bem como controlar o prazo de entrega das encomendas no endereço dos clientes. O sistema também possibilita a redução dos custos com os envios, assim como a agilização do processo.

Qual o melhor sistema para controle de vendas?

Deu para ver que um sistema de vendas tem muito a agregar para o seu comércio eletrônico, né? Depois de ler tantas informações, é possível que você esteja se perguntando qual é o melhor sistema para controlar as vendas do seu negócio. Em primeiro lugar, precisamos falar sobre a plataforma de seu e-commerce, que deve permitir integrações.

A Simplo 7 é uma excelente alternativa para quem quer criar uma loja virtual de maneira completa, simples e intuitiva, pois permite a personalização do layout, a inclusão de diversos métodos de pagamento e a integração com plataformas assertivas que podem agregar muito ao trabalho da empresa. 

Quem tem seu e-commerce na Simplo 7 pode se beneficiar, por exemplo, da integração com o Bling, um sistema de ERP muito completo e que simplifica a rotina do e-commerce ao unificar os dados de estoque, de vendas, de pagamentos, de notas fiscais, de fornecedores e de envios. Com isso, fica muito mais fácil de administrar o negócio.

Caso queira testar o bling no seu negócio, temos um cupom de 4 meses grátis: #dloja4meses

A vantagem de contar com esse tipo de automatização é enorme e pode ser colhida ao longo dos anos, pois quanto mais uma empresa cresce no mercado digital, mais precisa de automatização para poder focar no realmente importa. Afinal, tempo é dinheiro, não é mesmo?

Se você quer se aprofundar mais sobre controle de vendas para crescer e vender muito pela internet, sugerimos leia esse conteúdo sobre gestão. Com ele, você poderá compreender no que é necessário focar para fazer boas vendas na web. Boa sorte!